sábado 15, junho 2024
18.5 C
São Paulo

Bicentenário

BICENTENÁRIO | Fragmentos da Independência: “Estamos separados de Portugal!”

Em 14 de agosto de 1822, D. Pedro, acompanhado de uma pequena comitiva – formada por um secretário, dois criados, o jovem militar Francisco de Castro Canto e Melo e Francisco Gomes da Silva, o Chalaça –, deixou o...

SANQUIXOTENE DE LA PANÇA | 200 Anos de Um Divórcio

Não houve independência aos 7 de setembro de 1822. Nós deveríamos estar celebrando 200 anos de secessão. Porém, a confusão tem certa razão de ser. Afinal, o brado retumbante de um povo heróico que ouviram às margens plácidas do Ipiranga não falava em “secessão”. Dom Pedro gritou “Independência ou Morte!” Por quê?

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: as províncias discordantes

Três meses, aproximadamente, separam a aceitação de D. Pedro quanto ao título de “Defensor Perpétuo do Brasil” e a sua viagem entre o Rio de Janeiro e São Paulo, que culminaria na nossa emancipação política. Nesse meio tempo, o...

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: o “Defensor Perpétuo do Brasil”

A viagem à província de Minas Gerais operou uma transformação radical no ânimo do Príncipe Regente e entusiasmou os moradores desta, e das províncias vizinhas, quanto ao compromisso de D. Pedro para com “a causa do Brasil”. Tendo já...

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: a viagem de D. Pedro a Minas Gerais

Após solucionar o entrave com o Comandante das Armas, o General Avilez, e acalmar os ânimos dos moradores da cidade do Rio de Janeiro, D. Pedro voltou a sua atenção à província mais populosa e rica do Brasil naquela...

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: a batalha contra o Comandante das Armas

Em janeiro de 1822, como vimos no texto anterior, D. Pedro pediu “união e tranquilidade” aos brasileiros. E o cenário, aparentemente, se mostrava propício para que o desejo do Príncipe Regente se concretizasse – ao menos num primeiro momento....

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: o “Fico” de D. Pedro

Após a partida de D. João VI, D. Pedro não ocultou o desejo de regressar logo a sua terra natal, e tampouco escondeu a lealdade aos seus compatriotas do lado de lá do Atlântico – sobretudo nas diversas cartas...

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: o plano das “Cortes Gerais…”

Enquanto D. João VI atravessava as águas do Atlântico, acompanhado de sua corte, transferia a sede do “Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves” para Lisboa e se dirigia para o seu novo título de monarca constitucional, no Brasil,...

BICENTENÁRIO丨Fragmentos da Independência: a volta de D. João VI

O protagonismo do Brasil no Império português, oriundo sobretudo da sua elevação à condição de reino – como vimos no artigo anterior –, foi apenas uma das variadas causas que provocaram a revolução que rebentou em Portugal, em meados...

BICENTENÁRIO丨 Fragmentos da Independência: o “Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves”

No próximo 7 de setembro, o Brasil comemorará 200 anos da sua emancipação política. 200 anos que D. Pedro I, guiado por José Bonifácio de Andrada e Silva, pela Princesa Leopoldina e pela vontade do povo, proclamou, às margens...

Arquivo Esmeril