Conheça a linha de ação geopolítica que levou os EUA a atuarem de forma bélica no sudeste asiático

Contexto Geopolítico

Bandeira da URSS e dos EUA.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial e a rendição incondicional dos japoneses em Setembro de 1945, após o lançamento de duas bombas atômicas em duas de suas cidades em Agosto pelos americanos naquele mesmo ano. O mundo foi jogado em um contexto geopolítico de suspense.

Teoria do Dominó

Imagem artística exemplificando a ”Teoria do Dominó”.

Era o início da Guerra Fria, com a divisão dos países entre as forças alinhadas aos Estados Unidos (OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte) e aos países alinhados a União Soviética (Pacto de Varsóvia). Ambos os blocos começaram a se movimentar no tabuleiro geopolítico para proteger seus interesses econômicos e políticos nessa nova rodada na busca pela hegemonia global.

Sendo visível a expansão da URSS: Leste Europeu (Bulgária, Tchecoslováquia, Alemanha Oriental, Hungria, Polônia, Romênia, Albânia estavam atrás da Cortina de Ferro como Churchill tinha previsto), China e Coréia já estavam se tornando satélites para a difusão do comunismo em suas regiões. A política externa americana diante disso se baseava no objetivo de conter a expansão do Socialismo, com a aplicação da “Teoria do Dominó”. Teoria que demonstrava que se um país chave caísse no comunismo, os países vizinhos cairiam, como um dominó.

Um desses exemplos era o Vietnam, se caíssem em mãos comunistas a queda do Laos, Camboja, Tailândia e Birmânia eram apenas questão de tempo. Com isso, iria cair por consequência, geopoliticamente a Ásia para as mãos soviéticas. Podendo escalar para a Oceania (Austrália, Nova Zelândia, etc.). Todos os territórios que eram almejados pelo Império Japonês, que 20 anos antes levaram os EUA à Segunda Guerra Mundial.

Esta teoria foi usada por Washington não apenas para justificar intervenções militares na Ásia, como também na América Latina. Cuba era um exemplo de satélite comunista que poderia servir para ”exportar” revoluções. E assim o fazendo ao longo da Guerra Fria.

A principal evidência da realidade dessa teoria foi a chegada ao poder de grupos comunistas em três países do sudeste da Ásia em 1975 após a saída das tropas norte-americanas: o Vietnã do Sul pelo Vietcong, o Laos pelo Pathet Laos e o Camboja pelo Khmer Vermelho. Sendo esse último responsável pela morte de quase um terço da sua própria população, pelo sanguinário Ditador Comunista Pol Pot.

Implicações

Uma bomba de napalm americana explode sobre um alvo inimigo no Vietnã. Napalm gera temperaturas de 800 a 1.200 graus Celsius. Foram proibidas pela ONU em 1980.

A maioria desses movimentos comunistas eram as resistências nacionalistas que expulsaram os colonizadores franceses e japoneses. Tendo grande estima e simpatia com a população local.

Sendo os EUA um inimigo perfeito para aumentar o próprio poder e a narrativa de ameaça estrangeira no Terceiro Mundo.

Uma aproximação econômica com esses países, levando infraestrutura e desenvolvimento poderia ter tido um efeito muito mais concreto e positivo com a população local do que com bombas e munições.

Referência

Domino theory, Encyclopædia Britannica, acessado pela última vez em 03 de Junho de 2021 – https://www.britannica.com/topic/domino-theory


”Algumas pessoas nasceram para agitar a bandeira, eles são vermelhos, brancos e azuis. E quando a banda toca ‘saudações ao chefe’ eles apontam os canhões para você, senhor!”

– Fortunate Son, Creedence Clearwater Revival

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar