23.5 C
São Paulo
sábado, 28 maio, 2022

RÚSSIA | Gigantesco Desfile Militar do Dia da Vitória em Moscou

Revista Mensal
Jonas Buccinihttp://www.revistaesmeril.com.br
Patriota, Conservador e Entusiasta da História Militar!

Com forte discurso de Putin, evento na Praça Vermelha marca o 77º aniversário do fim da Segunda Guerra

Nessa segunda-feira (09), ocorreram na Rússia os tradicionais desfiles militares do Dia da Vitória, que marca o 77º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial na Europa.

Milhares de tropas russas na Praça Vermelha para o desfile do Dia da Vitória. @AFPviaGettyImages

Sendo o principal desfile aquele realizado na Praça Vermelha em Moscou, onde Putin sempre dedica um tempo especial para discursar.

Tropas russas marchando na Praça Vermelha durante o desfile do Dia da Vitória. @KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP

O Dia da Vitória Soviética (em russo: День Победы, Den’ Pobedy), é celebrado em 09 de maio – e não, em 08 de maio – como nos países do ocidente, devido a questões envolvendo o fuso horário.

O presidente russo Vladimir Putin aperta a mão de um veterano durante os eventos do Dia da Vitória em Moscou hoje. @AFPviaGettyImages

Em 08 de maio de 1945, os representantes da Alemanha, na presença do Alto Comando das Forças Aliadas e do Alto Comando das Forças Armadas Soviéticas, assinaram em Berlim a ata final de rendição que entrou em vigor a partir da meia-noite do mesmo dia.

Putin assiste o desfile militar na Praça Vermelha de Moscou nessa segunda-feira. @AFPviaGettyImages

Dos 26 países envolvidos na Segunda Guerra Mundial, a União Soviética sofreu as maiores perdas, com 27 milhões de mortos, 40% do total de baixas no conflito.

Um míssil balístico intercontinental russo – RS-24 Yars, capaz de transporte até 10 ogivas – atravessa a Praça Vermelha durante as comemorações do Dia da Vitória. @AFPviaGettyImages

Participaram do evento mais de 11 mil militares, 131 unidades de equipamentos bélicos e militares da ‘‘Operação Especial’ da Rússia em Donbass (Ucrânia).

Carros de combate russos T-72B3M participaram do desfile militar na Praça Vermelha de Moscou como parte do Dia da Vitória, comemorando a vitória soviética sobre a Alemanha nazista. @AFPviaGettyImages

Em seu tradicional discurso, o Presidente da Rússia Vladimir Putin falou fortemente sobre questões envolvendo a OTAN e acerca da Ucrânia. Segue os principais trechos do discurso:


Vladimir Putin parabenizou suas tropas por um 'dia de grande vitória' ao discursar em um desfile do Dia da Vitória em Moscou hoje, distorcendo a verdade do que está acontecendo na Ucrânia
Vladimir Putin parabenizou suas tropas por um ‘dia de grande vitória’ ao discursar em um desfile do Dia da Vitória em Moscou hoje. @DailyMail

“Prezados cidadãos da Rússia! Prezados veteranos! Camaradas soldados e marinheiros, sargentos, alferes e tenentes! Camaradas oficiais, generais e almirantes!”.

Militares russos participaram do desfile militar no Dia da Vitória, que marca o 77º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial. @Reuters


“Parabenizo todos vocês pelo Dia da Vitória! A defesa da Pátria, quando o seu destino estava sendo decidido, sempre foi algo sagrado. (…) Da mesma maneira, agora vocês estão lutando pelo nosso povo em Donbass. Pela segurança da nossa Pátria, a Rússia. (…) O Dia da Vitória é uma data próxima e muito importante para cada um de nós. Não há uma família na Rússia que não tenha sido atingida pela Grande Guerra pela Pátria. (…) Por isso, apesar das discórdias nas relações internacionais, a Rússia sempre defendeu a criação de um sistema de segurança indivisível e igual, um sistema que é vital para toda a comunidade internacional. (…) Em dezembro do ano passado, propusemos fazer um acordo sobre as garantias de segurança. A Rússia apelou ao Ocidente para um diálogo justo, para procurar compromissos, para considerar os interesses de cada uma das partes. Tudo em vão. Os países da OTAN não quiseram nos ouvir, o que significa que, na realidade, eles tinham planos completamente diferentes. E estamos vendo isso. Estavam sendo realizadas preparações para mais uma operação punitiva em Donbass, para uma invasão de nossos territórios históricos, incluindo a Crimeia. Kiev falou da possível aquisição de armas nucleares. A OTAN começou o aproveitamento militar ativo dos territórios adjacentes ao nosso (…)”.

Comandantes russos marcham pela Praça Vermelha de Moscou na segunda-feira durante as comemorações do Dia da Vitória na Rússia. @AP

“A Rússia realizou um ataque preventivo à agressão. Foi uma decisão forçada, oportuna e a única decisão correta, a decisão de um país soberano, forte e independente. Os EUA, especialmente após a dissolução da União Soviética, começaram a falar de seu excepcionalismo, humilhando assim não apenas o mundo todo, mas também seus satélites, que têm de fingir que não notam nada e engolem tudo humildemente. Mas nós somos um país diferente. A Rússia tem um carácter diferente, nunca abriremos mão de nosso amor à Pátria, da confiança nos valores e costumes tradicionais dos antepassados, do respeito por todos os povos e culturas. (…) Sabemos que os veteranos norte-americanos que queriam vir à parada em Moscou na prática foram proibidos de fazê-lo. Mas quero que eles saibam que estamos orgulhosos de seus feitos, de sua contribuição para a vitória comum. Honramos todos os militares das forças aliadas, os norte-americanos, os britânicos, os franceses, os participantes da Resistência, os soldados e partisans corajosos da China, todos que venceram o nazismo e militarismo (…)”.

Militares russas marcham pela Praça Vermelha como parte das comemorações do Dia da Vitória que acontecem em todo o país. @AFPviaGettyImages

“Falo agora às nossas Forças Armadas e às milícias de Donbass. Vocês estão combatendo pela Pátria, pelo seu futuro, para que ninguém esqueça as lições da Segunda Guerra Mundial. Para que no mundo não haja torturadores, punidores e nazistas. (…) Apesar de tudo, em dezembro de 2021, mais uma vez tentamos chegar a um acordo com os EUA e aliados sobre os princípios de segurança na Europa e de não extensão da OTAN. Tudo em vão. O posicionamento dos EUA não muda. Eles não acham necessário negociar conosco essa questão tão importante para nós. Seguindo seus objetivos, eles desprezam nossos objetivos”.

A Russian Yars intercontinental ballistic missile launcher parades through Red Square during the Victory Day
Um míssil balístico intercontinental russo – RS-24 Yars, capaz de transporte até 10 ogivas – atravessa a Praça Vermelha durante as comemorações do Dia da Vitória. @AFPviaGettyImages

“E com certeza, nessa situação surge a questão: o que fazer, o que esperar? Sabemos muito bem que no ano 40 e no início de 41 do século passado, a União soviética tentou com todos os meios prevenir ou ao menos adiar o início da guerra. Para isso, tentou, dentre outras coisas, não provocar até o final o potencial agressor, não realizava ou adiava as ações mais necessárias e óbvias para se preparar a repelir um ataque inevitável. Estes passos, que enfim foram dados, chegaram catastroficamente tarde. Como resultado, o país se viu despreparado para enfrentar com toda a força a invasão da Alemanha nazista que, sem declarar a guerra, atacou a nossa pátria em 22 de julho de 1941. Conseguimos parar e depois destruir o inimigo. Mas o preço foi gigantesco. A tentativa de satisfazer o agressor às vésperas da Grande Guerra pela Pátria acabou sendo um erro, que custou muito caro para o nosso povo. Nos primeiros meses de ações de combate, perdemos territórios gigantes e estrategicamente importantes, e milhões de pessoas. Não permitiremos que este erro aconteça pela segunda vez. Não temos direito de permitir”.

Visão aérea da Praça Vermelha de Moscou durante o desfile. @kremlin.ru

— Trechos do discurso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, no Dia da Vitória, Praça Vermelha, Moscou, Rússia, 09/05/22. Discurso na integra: https://br.sputniknews.com/20220509/discurso-do-presidente-da-russia-vladimir-putin-no-dia-da-vitoria-22575518.html


Militares russos marcham na Praça Vermelha durante o desfile militar do Dia da Vitória no centro de Moscou. @AFPviaGettyImages

Apesar da retórica geopolítica no tom do evento desse ano, os feitos dos soldados soviéticos em combate durante a Segunda Guerra Mundial jamais serão esquecidos.


Com informações da Sputnik News e Daily Mail


Dia da Vitória, parece-nos tão longe, como no fogo, uma brasa derretida. Milhas passavam queimadas na poeira, fizemos tudo o que podíamos por esse dia!

— Den Pobedy, famosa canção soviética acerca do dia em que o Exército Vermelho conquistou Berlim.

Gosta do nosso conteúdo? Assine a Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2022
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL JÁ COMEÇOU?

Guerra Biológica (Vírus), Guerra Psicológica (Mídia), Guerra Econômica (Embargos) e Guerra Cibernética (Instabilidade em Aplicativos) “A guerra não é mais...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img