Teríamos sido deixados de fora do maior conflito da história humana?

A Força Expedicionária Brasileira (FEB) foi a força militar brasileira que contava com 25.445 soldados, responsáveis pela participação do país na Segunda Guerra Mundial, no Teatro de Operações do Mediterrâneo (Aliados), especificamente na Itália.

O QUE ESSE SÍMBOLO SIGNIFICA PRA VOCÊ?

Chamados popularmente de ”Pracinhas”, expressão que surgiu de ”sentar à praça” (quem se alistava nas Forças Armadas, nas patentes mais baixas), tinham como símbolo uma cobra fumando seu cachimbo, pois remetia a uma insinuação da época que dizia ser ‘’mais fácil uma cobrar fumar do que o Brasil entrar na guerra’’. Para esses, eu só digo: ‘a Cobra Fumou!’.

A entrada do Brasil no conflito ocorreu pela pressão do público interno, decorrente do número crescente de civis mortos em ataques de Submarinos Alemães (U-Boats) em nossa costa – causando o total de 972 mortes – e na pressão externa feita pelo governo norte-americano, por sua necessidade de alinhamento claro da maior potência da América Latina (Brasil).

Ao Brasil coube a sua cota de sacrifício no maior conflito da humanidade. As Batalhas mais conhecidas dos nossos Pracinhas na Itália são as da Conquista de Monte Castelo, Montese, Fornovo Di Taro e Castelnuovo. Mas infelizmente, é notória a falta de reconhecimento por parte de nosso povo acerca destes Heróis na luta pela Liberdade. Um povo sem consciência histórica é um povo carente de Patriotismo, e um povo sem Patriotismo, é um povo com um futuro incerto.

A Força Expedicionária Brasileira (FEB) em números

  • Efetivo total: 25.445
  • Inimigos capturados pela FEB: 20.573
  • Mortos no Teatro de Operações de Guerra: 457
  • Integrantes aprisionados pelo inimigo: 35
  • Feridos em ação por armas de guerra: 2.577
  • Divisões alemãs que lutaram contra a FEB: 9
  • Divisões italianas que lutaram contra a FEB: 3
  • A tropa de infantaria foi constituída dos seguintes regimentos: 1º Regimento de Infantaria – Rio de Janeiro (RJ); 6º Regimento de Infantaria – Caçapava (SP); 11º Regimento de Infantaria – São João Del Rei (MG).

Meus cumprimentos à Marinha do Brasil (MB) e à Força Aérea Brasileira (FAB), que também estiveram presentes no conflito.

Referências: ”HISTÓRICO DA FEB – A FEB em combate – http://www.eb.mil.br/web/guest


Por mais terras que eu percorra, não permita Deus que eu morra, sem que volte para lá. Sem que leve por divisa, esse ”V” que simboliza a Vitória que virá!

– Trecho da ”Canção do Expedicionário”.

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar