Gestão de recursos hídricos e previsão meteorológica serão melhor observadas através dos dados coletados na estação

O anúncio da instalação da estação meteorológica fora feito pela National Greographic em parceria com a empresa Rolex à Revista Veja. A 6505 metros acima do nível do mar, a instalação é a mais alta da porção Ocidental do Hemisfério Sul. O projeto integra a campanha Perpetual Planet Expeditions que estabeleceu as instalações nas proximidades do cume do vulcão Tupungato, localizado na zona central do Chile.

O propósito do projeto é a exploração dos ambientes extremos do planeta através dos recursos tecnológicos de ponta somados ao conhecimento científico. O esforço, que parte do pressuposto da realidade do aquecimento global, visa estudar os impactos das mudanças climáticas nos diversos ecossistemas da Terra.

Especialmente para o Chile, país que sofre com a maior seca já registrada nos arquivos modernos, compilados desde 1915, a nova estação meteorológica possibilitará a coleta de dados sobre a atmosfera em tempo real. Segundo os pesquisadores, isto dará à comunidade científica internacional, e especialmente ao Governo Chileno, uma perspectiva abrangente sobre a gestão dos recursos hídricos.

“A parte mais difícil para mim foi escalar o último quilômetro, principalmente entre 6.200 e 6.500 metros”.

Baker Perry, explorador da National Geographic e colíder da expedição à Revista Veja

Perry, que participou da expedição ao Monte Everest na missão que instalou a estação meteorológica mais alta do mundo, disse ainda que: “O dia da subida é sempre difícil, e partimos do acampamento às 02:30 da manhã em um frio terrível de -20 ° C, retornando à tarde. Estávamos muito exaustos“.

Armando Vega, o fotógrafo que participou da expedição, disse que “foi uma expedição verdadeiramente histórica realizada entre a National Geographic e o governo do Chile para conhecer o mais importante reservatório de água que possui essa região dos Andes e que abastece mais de 6 milhões de pessoas“. E, sobre a experiência, o fotógrafo conclui: “Foi desafiador, enriquecedor e gratificante“.

Com informações da Revista Veja e do site oficial do Expedição.

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar