27.1 C
São Paulo
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

DOSE DE FÉ | Leonardo de Porto Maurício

Revista Mensal
Leônidas Pellegrini
Professor, escritor e revisor.

Pregador apaixonado, arrastava multidões Itália afora

Hoje é dia de São Leonardo de Porto Maurício (1676 – 1751), sacerdote.

Nascido Paulo Jerônimo, em Porto Maurício (atual Impéria), na Itália, ficou órfão muito cedo e terminou de ser criado e educado no Colégio de Roma. De lá, ingressou na Ordem Franciscana, assumindo o nome de Frei Leonardo.

Exerceu a maior parte de seu ministério na cidade de Florença, mas percorreu toda a Itália como missionário e pregador. Arrastava multidões com suas pregações entusiasmadas, sobretudo sobre a Paixão de Cristo.

Entre seus feitos mais notáveis está a “restauração” do Coliseu. Em um tempo em que o antigo edifício se encontrava abandonado e depredado, ele realizou ali, pela primeira vez, uma Via Sacra. Na celebração, definiu aquele lugar como sagrado, por causa do sangue dos mártires ali derramado. Depois disso, a Via Sacra no Coliseu tornou-se tradição, e em toda Sexta-Feira Santa, até hoje, o Papa rege ali a procissão.

Grande devoto de Nossa Senhora, desejava ardentemente ver instituído o dogma da Imaculada Conceição, o que só aconteceria em 1854, centro e três anos após sua morte.

São Leonardo de Porto Maurício, rogai por nós!

 

Frei Leonardo e a Via Sacra

 

Na Sexta-Feira Santa, Frei Leonardo

arrasta toda Roma ao Coliseu,

e no inspirado entusiasmo seu,

multidão curiosa põe no aguardo,

 

até que diz, enfim: “Já se faz tardo

o tempo de lembrar que aqui correu

cristão martirizado sangue”, e deu

início, sem delongas ou retardo,

 

da Sexta-Feira Santa à procissão

ali no Coliseu, pela memória

do atroz martírio do povo cristão,

 

tornando tradição que corre a História

tal Via Sacra o venerável Frei

que hoje caminha junto a Cristo Rei.

 


Assine Esmeril e tenha acesso a conteúdo de Alta Cultura. Assine!
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Finados

Finados   I Dos bisos conheci o Nona e a Nono, avós do pai, bem pouco conhecidos, na verdade, em seus mundos recolhidos, alçados quase...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img