Conheça as implicações do Combate Urbano mais conhecido da Guerra do Vietnã

A Batalha de Huế foi uma das batalhas mais longas e sangrentas do envolvimento americano no Vietnã e durou mais de um mês, se iniciando em 31 de Janeiro de 1968. Em menor número, os Fuzileiros Navais (USMC) e as unidades do Exército dos EUA travaram uma intensa batalha urbana contra os Vietcongs e Soldados do Vietnã do Norte. As razões para a atuação bélica dos EUA no cenário geopolítico do sudeste asiático já foi abordado por nós em outro artigo (clique aqui para acessar).

Fuzileiros americanos em combate em Hue, Janeiro de 1968.

Antiga capital imperial do Vietnã de 1802 a 1945, a cidade vietnamita de Huế foi uma joia brilhante em sua história cultural. Mas que viu nessa ofensiva cerca de 2.800 civis anticomunistas assassinados, juntos a visitantes estrangeiros e um número desconhecido de pessoas capturadas para “reeducação”.

A Batalha começou quando as forças comunistas lançaram a ”Ofensiva do Tet” na primeira noite do Ano Novo lunar vietnamita, atacando centenas de alvos militares e civis em todo o país, incluindo a antiga cidade de Huế. Essa ofensiva ocorreu durante o tradicional cessar-fogo informal de ano novo entre as forças empenhadas em combate.

Ofensiva do Tet a partir da ”Trilha Ho Chi Minh” em vermelho.

Os comunistas contavam com 80.000 soldados para um ataque simultâneo em diversos pontos do Vietnã. O ataque partia da ”Trilha Ho Chi Minh”, uma rota de abastecimento militar que ia do Vietnã do Norte, passando pelo Laos e Camboja, até o Vietnã do Sul. A rota enviou armas, mão de obra, munição e outros suprimentos do Vietnã do Norte liderado pelos comunistas para seus apoiadores no Vietnã do Sul durante a Guerra do Vietnã.

Mapa estratégico da Cidade de Hue durante o ataque inicial.

Os americanos na cidade foram capazes de se defender do ataque inicial, mas em poucos dias receberam ordens de retomarem a cidade inteira, que havia sido ocupado por forças comunistas. Os fuzileiros navais americanos na cidade estavam em desvantagem, pois não havia apoio aéreo disponível para eles durante os primeiros 10 dias. Começaria um árduo combate urbano de casa-em-casa, de prédio-a-prédio e de rua-a-rua.

Forças americanas durante a reconquista da cidade.

Embora a derrota dos vietcongs e dos soldados norte-vietnamitas na esfera militar fosse inevitável diante do poder de fogo dos EUA, atingiram seus objetivos de inteligência para eliminação de dissidentes anticomunistas e demais ameaças. O desgaste militar e a incapacidade da inteligência americana de preverem o ataque afetou negativamente a percepção público-política da população americana para o envolvimento americano no Vietnã.

Forças americanas em movimento na cidade de Hue, durante a reconquista.

Apesar das enormes perdas de ambos os lados, inclusive da própria cidade, depois de um mês de intensos combates de rua em rua e de casa em casa, os fuzileiros navais e o exército dos EUA, recuperariam a cidade e conduziriam o restante das unidades inimigas de volta ao norte. Finalmente asseguraram a vitória em 3 de Março de 1968.

Referência

Hue City a Famous Urban Battle Marines Can Learn From, Marines, acessado pela última vez em 13 de Julho de 2021 – https://www.quantico.marines.mil/News/News-Article-Display/article/1488863/hue-city-a-famous-urban-battle-marines-can-learn-from/


”Achei que fosse um pesadelo. Olhe, é tudo tão verdadeiro. Eles me disseram: Não vá andar devagar, pois o Diabo anda solto.”

– Run Through The Jungle, Creedence Clearwater Revival

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :