31 C
São Paulo
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

A importância do ômega-3 na gestação

Revista Mensal
Irena Hoffman de Mello
Irena Hoffman de Mello é acadêmica de nutrição na Universidade Tuiuti do Paraná.

Nutriente é essencial para o desenvolvimento do bebê e previne problemas de saúde da mãe

Os ácidos graxos ômega-3 são essenciais, porém, só podem ser obtidos na dieta. No entanto, a dieta ocidental padrão é severamente deficiente nesses nutrientes.

Ômega-3: o que é e como atua

A deficiência de ômega-3 agrava ainda mais na gestação, pelo fato do bebê usar o ômega-3 da mãe, pois é essencial para seu desenvolvimento cerebral e visual.

O ômega-3 é muito importante para a saúde da gestante, pois ajuda a diminuir o risco de desenvolver depressão durante a gravidez e outras complicações.

Isso acontece porque o ômega-3 desempenha diversas funções no organismo, como transporte de oxigênio, armazenamento de energia, regulação da pressão arterial e da resposta inflamatória e alérgica do organismo, além de atuar no processo de coagulação.

• Benefícios do consumo de ômega-3 durante a gestação:

Diminui o risco de depressão pós parto: devido as mães transferirem grandes quantidades de ácidos graxos para o bebê, os níveis baixos de ômega 3 pode aumentar a tendência à depressão ou mal funcionamento cerebral.

Diminui o risco de parto prematuro: pois ajuda a regular as prostaglandinas, que são substâncias geralmente associadas com o parto prematuro.

Aumenta o Qi do bebê: pois esse ácido graxo é um elemento fundamental no desenvolvimento cerebral, colocando estes que tiveram maior presença de ômega 3, durante a gestação e até dois meses, à frente em desenvolvimento dos que não receberam quantidades de ômega 3 satisfatórias.

Ajuda na saúde visual do bebê: pois este nutriente fica acumulado na retina, sendo essencial para o bom desenvolvimento da visão.

Diminui o risco de ter asma: sendo especialmente indicado para as mulheres que tem esse tipo de alergia na família.

Diminui o risco de pré-eclampsia: pois possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a dilatar os vasos sanguíneos e melhorar a circulação.

Alimentos ricos em omega 3:

Salmão;

Peixe cavalinha;

Azeite ou sementes de linhaça;

Semente de chia;

Nozes;

Podendo também, ser utilizado o suplemento de omega 3.

Como usar o suplemento de omega 3

Este suplemento deve ser tomado de acordo com a orientação profissional, no entanto, de forma geral, pode ser usada 1 ou 2 cápsulas de ômega 3 durante a gravidez e a lactância.

Referências

https://www.kdpharmagroup.com/en/news/importance-omega-3-intake-during-pregnancy

https://www.webmd.com/baby/news/20040716/pregnant-omega-3-essential-for-babys-brain#1


Meus filhos – alimária do universo, Eu – pasto universal.

— Castro Alves

Assine Esmeril e tenha acesso a conteúdo de Alta Cultura. Assine!
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Triptofano – um aliado indispensável para o nosso Bem Estar

Importância, funções e como obter esse nutriente essencial, através da alimentação
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img