31 C
São Paulo
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

DOSE DE FÉ | Dose extra de Santo André

Revista Mensal
Leônidas Pellegrini
Professor, escritor e revisor.

Entre os relatos do apostolado de André, está o maravilhoso resgate de Mateus

Ainda no embalo das comemorações ao dia de Santo André, é preciso dizer que há inúmeros relatos de seu apostolado, todos eles emocionantes e inspiradores. Uma dessas histórias, no entanto, me pareceu bastante notável, tendo inspirado o soneto a seguir.

Estando André seguindo sua missão apostólica na Cítia, foi chamado por um anjo a resgatar Mateus, que se encontrava cativo na Etiópia. Sem conhecer o caminho, mas guiado pelo anjo, André foi sem erro, por terra e por mar, até o lugar onde se achava o evangelista, de quem os pagãos haviam arrancado os olhos. Após os dois orarem juntos, os olhos de Mateus foram restituídos, e a comunidade de infiéis que o maltratara e prendera converteu-se.

Jacopo de Verazze, na Legenda Aurea, interpreta este relato como algo injusto à figura de Mateus, que por si só não foi capaz de mover a força de Deus em seu favor, precisando da ajuda de André. No entanto, também podemos entender esse episódio dentro dos planos de Deus, que precisou se valer de dois Apóstolos para a conversão de uma comunidade de coração duro demais para o trabalho de um só.

Santo André e São Mateus, rogai por nós!

 

O resgate de Mateus

 

Guiado por um anjo do Senhor,

da Cítia à Etiópia viaja André,

por mar e terra, a navegar e a pé,

pra socorrer Mateus em dissabor.

 

Chegando ao seu destino, é com horror

que encontra o amigo, torturado até

perder os olhos, mas, firmes na fé,

rezam os dois ao Deus do Eterno Amor,

 

e arrebentam-se as grades da prisão,

e os olhos de Mateus são restituídos,

e os infiéis, de choro em profusão,

 

caem de joelhos, todos convertidos,

mostrando-se a salvífica missão

o resgate de errantes desvalidos.


Assine Esmeril e tenha acesso a conteúdo de Alta Cultura. Assine!
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Finados

Finados   I Dos bisos conheci o Nona e a Nono, avós do pai, bem pouco conhecidos, na verdade, em seus mundos recolhidos, alçados quase...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img