Pressão por políticas sociais e econômicas ao gosto de multimilionários hedonistas e tirânicos

Nos últimos anos, parece que os diretores executivos e os multimilionários do país estão cada vez mais dispostos a deixarem de fingir que são empresários politicamente neutros, que simplesmente querem se dedicar aos seus negócios.

Na semana passada, por exemplo, mais de 100 diretores executivos se reuniram para planejar formas de castigarem o povo da Georgia, parando investimentos nos estados que sancionarem leis não aprovadas pela classe dos multimilionários.

Isso se introduziu através da decisão da Liga Principal de Baseball – um conjunto de equipes desse esporte que pertencem a multimilionários – a castigar os moradores da Georgia, porque um pequeno grupo de políticos desse estado aprovou uma lei destinada a reduzir a fraude eleitoral. Em represália, a MLB decidiu alterar o local do jogo das estrelas da liga, para negar aos moradores de Atlanta os benefícios econômicos da cidade ser a dede desse jogo.

Isto ocorreu apenas após alguns anos do CEO da Appel, Tim Cook, liderar uma campanha corporativa para boicotar Indiana, depois que Cook e Marc Beniof (CEO da Salesforce) exigiram que o povo de Indiana fosse castigado. Isso se deve a aprovação de uma lei, pelos legisladores de Indiana, que alguns multimilionários decidiram que não era suficientemente pró-LGBT.

Esses exemplos, sem dúvida, constituem só uma pequena e relativamente inócua parte dos assuntos políticos e dos grupos de pressão nos quais os diretores executivos, multimilionários e investidores habitualmente participam.

Não cabe dúvida de que os CEO’s ricos estão encantados por fazerem valer seu ”peso” em favor das políticas sociais que lhes agradam. Mas enquanto os apelos dos CEO’s para boicotarem e castigarem populações inteiras, de vários estados, dão lugar a boas manchetes e discussões, a classe dos multimilionários inflige danos maiores aos americanos, através de outros meios.

Não é anormal encontrar grandes interessados corporativos como os grandes bancos, as empresas do Vale do Silício e os investidores de Wall Street, pedindo por ampla variedade de políticas que transferem as riquezas do povo, em geral, aos bolsos bem cheios da classe endinheirada. Nessas podem incluir políticas monetárias que beneficiam aos americanos mais ricos, assim como políticas fiscais e regulações que favorecem as grandes empresas, bem estabelecidas ao custo de todos os demais.

Infelizmente, isto não é novidade, e sempre tem sido o caso de lobistas bem abastados tentarem converter seus recursos financeiros em poder político.

Texto originalmente publicado no Mises Institute, do Alabama (EUA), no link – https://mises.org/es/wire/los-plutocratas-de-wall-street-y-silicon-valley-estan-estafando-america


Só uma coisa não está representada no legislativo: a nação como um todo. Apenas vozes isoladas se põem ao lado do conjunto da nação.

– Ludwig von Mises

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar