Na filmagem, o óvni de formato esférico aparece sobrevoando o mar e, depois de cirandar pelos ares, desaparece num mergulho

Esta matéria, fino leitor, não tem a intenção de faltar com o respeito à sua inteligência. De modo algum! A enormidade de provas materiais e de relatos de testemunhas compilados durante décadas em várias partes do mundo atestam o fato: os óvnis existem, mas eles não são guiados por criaturas extraterrestres. Não. Os objetos voadores que a grande mídia insiste em asseverar “não identificados” são, na verdade, conduzidos por seres humanos — militares. Desde pelo menos a II Guerra Mundial, experimentos com objetos voadores de alta tecnologia são conduzidos pelo mundo. Primeiro a Alemanha e, depois, assimilando a tecnologia desenvolvida pelos nazistas, os Estados Unidos assumiram a liderança nos investimentos nesse discreto mas altamente estratégico setor: a tecnologia militar.

Jeremy Corbell, um cineasta especializado em produzir documentários sobre objetos voadores não identificados, liberou recentemente imagens de um óvni esférico. O vídeo fora registrado no dia 15 de julho de 2019 e publicado na internet em 14 de maio deste ano. Nas imagens, é possível observar, ainda que não nitidamente — o que é estranhamente comum nos casos de avistamento de óvnis — um objeto de formato esférico sobrevoar em baixa altitude o mar e, depois de alguns movimentos extraordinariamente rápidos, desaparecer sob as ondas. Susan Gough, uma porta-voz do Pentágono, confirmou que a Marinha dos EUA realmente capturou a imagem, mas não acrescentou detalhes sobre o ocorrido.

Corbell descreveu o objeto misterioso numa publicação no seu site: “a Marinha dos Estados Unidos fotografou e filmou um óvni em forma ‘esférica’ e veículos transmédios avançados em 2019″. Esses veículos transmédios seriam naves dotadas da capacidade híbrida de locomoverem-se pela água e pelo ar. Jeremy Corbell também publicou as filmagens no Instagram e no YouTube.

Vídeo do óvni publicado por Jeremy Corbell no seu canal no YouTube

Segundo Corbell, as imagens registradas em 2019 foram capturadas por volta das 23hs no horário local, no Centro de Informações de Combate do USS Omaha, nas proximidades da costa de San Diego, na Califórnia. Segundo informações oficiais divulgadas pela Marinha estadunidense, imagens de radar revelam uma esfera sólida, medindo por volta de 2 metros de diâmetro e voando a uma velocidade variável entre 74 a 254 Km/h. O voo, que durou mais de uma hora, terminou com o objeto desaparecendo sob as ondas do mar da Califórnia.

“Não sabemos o que a Marinha ou o Pentágono podem estar dispostos a dizer sobre o incidente do USS Omaha, se é que há algo, mas estamos confiantes de que o acontecimento é um mistério legítimo e aguardamos ansiosamente as informações que possam vir”.

Jeremy Corbell, em sua conta no Instagram.

Segundo a porta-voz do Pentágono Susan Gough, as imagens do óvni postadas por Jeremy Corbell foram, de fato, capturadas pela Marinha dos Estados Unidos. A porta-voz informou, via e-mail, ao site The Debrief que as imagens capturadas foram incluídas em exames que estão em andamento na Força Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAPTF) — este é um programa conduzido pelo escritório de inteligência naval do país que [supostamente] investiga os relatos de veículos aéreos inexplicáveis, segundo o The Debrief.

Segundo o site Live Science, o Pentágono divulgará novas informações em breve, pois um relatório sobre avistamentos está agendado para ser publicado em junho. Objetivamente, com as novas tecnologias de smartphones e o fácil acesso às ferramentas tecnológicas ao cidadão comum, está cada vez mais difícil para a NASA e o Governo Americano lançarem mão de evasivas sofisticadas sobre os avistamentos dos objetos. Aparentemente, existe uma aceitação crescente da realidade desses fenômenos em todo o mundo. Segundo o site Canaltech, mais de 2,7 mil páginas de relatórios da CIA, mantidos sob segredo até pouco tempo, datados dos anos 1980, foram liberados no formato PDF em um arquivo online. A documentação fora obtida através da aplicação da Lei de Liberdade de Informação, e publicada em janeiro no site The Black Vault, a “caixa preta”, por John Greenewald Jr.

Com informações dos sites TecMundo, The Debrief, Canaltech , The Black Vault e Live Science.

“(…) Apenas que… busquem conhecimento” [busquem comer cimento].

ET Bilu.

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar