23.5 C
São Paulo
sábado, 28 maio, 2022

DOSE DE FÉ | Lázaro de Betânia

Revista Mensal
Leônidas Pellegrini
Professor, escritor e revisor.

Na morte e ressurreição de Lázaro de Betânia, Jesus operou o “ensaio” de Seu próprio destino próximo e sinalizou em Si o caminho da Vida Eterna 

Hoje é dia de São Lázaro de Betânia, discípulo e amigo pessoal de Jesus.

Respeitado na comunidade hebraica por sua origem nobre e sua religiosidade, Lázaro vivia com suas irmãs Marta e Maria no povoado de Betânia, próximo a Jerusalém. Era amigo pessoal e discípulo de Jesus, e sua residência serviu muitas vezes de acolhida ao Mestre e aos Apóstolos.

Quando Lázaro morreu, Cristo chorou por ele e, a pedido de Marta, ressuscitou-o. Lázaro havia morrido havia quatro dias e seu corpo já cheirava mal quando isso aconteceu.

Conta a tradição que, pouco após sua ressurreição e a do próprio Cristo, Lázaro e suas irmãs foram morar em Lamaca, na ilha de Chipre, onde se tornou bispo e onde foi martirizado. Escavações feitas em 1972 confirmaram a existência do segundo túmulo de Lázaro em Lamaca. Este sarcófago se encontra debaixo da Basílica de São Lázaro, naquela cidade, e é local aberto à visitação pública.

Basílica de São Lázaro, em Lamaca

Sepulcro de São Lázaro, no subterrâneo da Basílica da Lamaca

A casa de Lázaro e suas irmãs, na Betânia, assim como seus dois túmulos, são até hoje locais de grande peregrinação.

Sepulcro de São Lázaro na Betânia

A memória de São Lázaro exorta-nos à amizade com Jesus, a acolhê-Lo com alegria em nossas casas, além da fidelidade a toda prova a Ele, que, como mostra o Evangelho, é o Caminho, a Verdade e a Vida.

São Lázaro de Betânia, rogai por nós!

 

A ressurreição de Lázaro

 

Quando Lázaro morreu,

a Betânia foi chamado

Jesus, o Verbo Encarnado,

que pelo amigo verteu

genuíno choro magoado.

 

Quando a Betânia chegou,

por Marta foi recebido,

e dela compadecido,

por Lázaro perguntou

e a ele foi conduzido.

 

Já em franca podridão

do amigo o corpo jazia,

mas com Marta e com Maria,

ao Pai clamou em oração

e pela vida pedia

 

de Lázaro, seu amigo,

e quando mandou abrir

seu sepulcro, viram vir

lá de dentro do jazigo,

com nova vida a luzir,

 

Lázaro ressuscitado.

A muitos Jesus fez crer

com aquele proceder,

em tal dia abençoado

que viria preceder

 

o martírio do Cordeiro,

que esboçou, em tal história,

que nos fica na memória,

o ensaio derradeiro

de Sua Paixão e Glória.

 

Viva o santo ressurreto

de Betânia neste dia,

o irmão de Marta e Maria

que a Jesus sempre deu teto

e a Eterno Teto nos guia!


Gosta do nosso conteúdo? Assine a Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Finados

Finados   I Dos bisos conheci o Nona e a Nono, avós do pai, bem pouco conhecidos, na verdade, em seus mundos recolhidos, alçados quase...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img