Presidente da Fundação Cultural Palmares denunciou desvio de função e uso da instituição por 30 anos para propaganda de esquerda

Nesta terça-feira (8), as deputadas petistas Benedita da Silva e Erika Kokay apresentaram requerimento à Comissão de Cultura da Câmara para aprovação de moção de repúdio ao presidente da Fundação Cultural Palmares, Sergio Camargo.

A motivação do requerimento foram as respostas de Camargo aos ataques de Benedita, através de seu Twitter. A deputada queria que o servidor fosse às Comissão responder sobre suposta crise na instituição que preside, sem apresentar previamente provas de que há uma crise. O presidente da fundação não foi e recebeu ameaça de punição.

Ao tomar conhecimento do requerimento, através de reportagem da Folha de Pernambuco, Camargo comentou em seu perfil no Facebook.

Reprodução / Facebook de Sergio Camargo

As críticas das petistas surgem num momento de análise do acervo da Fundação, por Sergio Camargo, que usou suas redes sociais para expor extensa coleção de obras comunistas, em detrimento de produção filosófica e cultural dos negros brasileiros.

Com informações da Folha de Pernambuco e perfis de Sergio Camargo no Twitter e Facebook


O que falta a este Império, como a todos países do mundo, é capital, é indústria, é trabalho, é instrução, é moralidade.

– André Rebouças

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar