31 C
São Paulo
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Para ajudar filho com sérios problemas de visão, casal espanhol desenvolve óculos digitais

Revista Mensal
Vitor Marcolinhttps://lletrasvirtuais.blogspot.com/
Apenas mais um dos milhares de alunos do COF. Non nobis Domine.

O projeto tem potencial para ajudar outras pessoas que sofrem com perda significativa da visão

Movidos pelo senso do dever em ajudar o filho que, em função de uma doença no nervo óptico, sofre com significativa perda da visão, um casal natural do Reino da Espanha desenvolveu uns óculos digitais que podem ser úteis para ajudar outras pessoas com problemas semelhantes. O projeto fora o pontapé inicial para a criação de uma startup que, durante a edição de junho do Mobile World Congress (MWC) em Barcelona, ganhou o prêmio da categoria inovação.

Em homenagem ao filho, o casal Jaume Puig (que é engenheiro elétrico) e Constanza Lucero batizou a empresa de Biel Glasses. O aparelho começará a ser comercializado na Espanha e a na Dinamarca ainda neste ano, com o custo inicial de €4,9 mil (aproximadamente R$30 mil em conversão direta).

Como é natural, os pais perceberam a deficiência visual do filho ainda muito cedo, quando este dominara os primeiros passos. Porque o pequeno Biel esbarrava frequentemente nos obstáculos pelo caminho como se não os visse, os pais decidiram levá-lo ao oftalmologista, receosos — mas desconfiados — do diagnóstico. O médico confirmou as suspeitas dos pais: Biel, um bebê de dois anos, sofria de uma perda séria de visão cuja causa estava numa disfunção do nervo óptico.

Fora então que o projeto começou. O aparelho, que incialmente atenderia somente as necessidades do filho do casal, ganhou uma roupagem tão sofisticada e tantos recursos que o resultado do trabalho não poderia ser outro senão o prêmio no congresso de tecnologia. Imagens em 3D com textos, gráficos e vídeos em realidade mista estão no pacote do Biel Glasses; além de um software programado para identificar e alertar o usuário sobre a presença de obstáculos.

“Existem bengalas, cães-guia e mais nada. Nós entramos nisso porque percebemos que existia uma necessidade”.

Jaume Puig

Os pais do Biel trabalharam em conjunto com uma equipe de médicos especialistas na doença, e engenheiros da computação. No total, o custo do aparelho chegou às raias de €900 mil (quase R$5,5 milhões). Deste montante, €65 mil (R$400 mil) saíram do bolso do casal, e o restante fora arrecadado junto a instituições públicas e, principalmente, por meio de financiamento coletivo. Finalmente, Jaume Puig, o pai do Biel, pretende incluir, a título de melhorias finais, um sistema que integre o Biel Glasses ao Google Maps.

Logotipo da empresa. Fonte: Biel Glasses/divulgação.

Com informações do portal TecMundo e do site oficial do projeto, o Biel Glasses.

“Para uma tecnologia de sucesso, a realidade deve ter prioridade sobre as relações públicas, pois a Natureza não pode ser enganada”.

Richard Feynman 
Assine Esmeril e tenha acesso a conteúdo de Alta Cultura. Assine!
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

CRÔNICA丨Perda

Afrânio era um aprendiz de tipógrafo na Corte que, depois do trabalho nas oficinas da Rua da Guarda Velha,...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img