12.8 C
São Paulo
quarta-feira, 22 setembro, 2021

PALCO丨Música e Mitologia

Revista Mensal

A música grega remonta à antiga Creta e há registros de instrumentos e formações corais que nos permitem ter alguma ideia da música grega executada desde 1500 a.C. Mas é a ópera, gênero musical cuja plena constituição de deve ao gênio de Monteverdi, que devolve ao Ocidente o teatro dramático tal como Ésquilo, por exemplo, o concebia.

A tragédia, gênero máximo do século de ouro grego, era musicada e a ópera nasce imbuída de sua grandiloquência. Orfeu, o mítico deus capaz de acalmar as bestas mais ferozes com sua lira, não por acaso é um tema recorrente, de Monteverdi a Hayd e Gluck, do irreverente Offenbach a Malipiero, Krenek Casella e Milhaud.

Nem só de Orfeu, porém, viveu a ópera. E nem só na ópera persistiu a mitologia traduzida em música. Perseu, Medéia, Prometeu e o lendário Midas; Apolo, Castor & Pollux e até mesmo as ruínas de Atenas povoaram a imaginação de compositores através dos séculos, inspirando-lhes peças musicais de vários gêneros.

Prestando a devida homenagem aos incontornáveis buscando escapar a indicações batidas demais, recordamos 10 composições que eternizaram a imagem da Grécia na alma do ocidente. Começando pelo original, é claro.

1 – A ópera Prometeu Acorrentado, de Ésquilo, dirigida por Vasilis Asimakopoulos, com música de Panagiotis Karousos, foi apresentada para delírio geral do público no Teatro Municipal de Corinto “Thomas Thomaidis”, sob a batuta do consagrado regente Eleftherios Kalkanis. Um feito. (2018)

2 – Ópera Orfeu, de Monteverdi (1607)

3 – Ópera Castor & Pollux (coro dos espartanos), de Jean-Philippe Rameau (1737)

4 – Ópera Apollo et Hyacinthus, de Mozart (libreto em latim, 1766-67)

5 – Concerto As criaturas de Prometeu, de Ludwig van Beethoven (1801)

6 – Ópera Orfeo ed Euridice, de Christoph Willibald Ritter von Gluck (1762)

7 – Poema sinfônico Prometeu, de Franz Liszt (1850)

8- Ária ‘E che Io sono Medea!’, da Ópera Medeia, de Luigi Cherubini (1797)

9- Ópera Édipo Rei, de Stravinsky (1927)

10 – Ópera satírica As orelhas de Midas, de Ferit Tüzün (1966-1969)

11- As ruínas de Atenas, Op. 113 de Beethoven (1811)

A lista completa você ouve no spotify!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

UMA IMAGEM PARA GUARDAR丨Sob o verde amazônico, o metal reluz

Desde que confrontou a lenga-lenga internacional sobre o "desmatamento convulsivo do pulmão do mundo", devolvendo às algas seu estatuto...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img