Tenista foi criticado pela desistência por Boris Becker: “Você deveria ter respeito”

Depois de dois sets sensacionais, parecia que Lorenzo Musetti, de 19 anos, estava conquistando uma espantosa vitória frente a Novak Djokovic. Foi quando Musetti pareceu ter se lesionado e desistiu. Depois, em entrevista coletiva, o italiano explicou a situação.

Não, não, não foi uma lesão. Foram só umas cãibras e algumas dores no fundo das costas. Já não estava a ser capaz de ganhar um ponto, então… Estava grato pelo público que lá estava, então decidi desistir. Não havia hipótese de ganhar um ponto, então retirei-me porque pensei que seria a melhor coisa a fazer.

– Lorenzo Musetti

Mesmo assim, Musetti comemorou o grande momento que teve no jogo. Afinal, venceu dois sets frente ao número 1 do Ranking.

Foi uma experiência fantástica. Estava a jogar o meu melhor ténis. Nunca tinha jogado como hoje. Os dois primeiros sets foram muito longos… Claro que me sinto um pouco desapontado, mas joguei contra o número um do mundo e tirei-lhe os dois primeiros sets. Tive alguns problemas no lado físico, vamos ter de trabalhar nisso.

– Lorenzo Musetti

O jovem tenista foi criticado por Boris Becker, que da sua posição experiente deixou uma lição: Para ele, Musetti deveria ter feito todo o possível para completar o match e não entregado o jogo naquela circunstância.

Lenda do tênis, Boris Becker tem falência decretada | VEJA
Boris Becker, lenda do tênis, fez comentários sobre o jogo.

“Novak é um campeão e ele já esteve em uma situação assim antes”, disse Becker à Eurosport.

[Ele] teve problemas com o estilo de jogo de Musetti. Ele faz tudo muito bem. Ele não tem a arma grande, mas o serviço é bom, o movimento, a técnica e também a confiança porque ele já tinha ganho muitos matches este ano. (…) Quando você encara o maior no cenário, você tem que estar pronto física e mentalmente. Os jovens não entendem isso. Não é só jogar tênis. É questão de caráter e personalidade.

Eu não vi uma lesão muito feia. É por isso que eu não penso que seja bom parar. Você deveria ter respeito pelo outro jogador e dizer: ‘Ele me venceu hoje.’ Então é 6 a 0. É um teste de maturidade. Mas atleticamente, ele é absolutamente capaz de dar conta.

– Boris Becker

Com informações de Bola Amarela e Eurosport.


A vontade, se não quer, não cede, / é como a chama ardente, / que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la.

– Dante Alighieri

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar