Março deriva de Marte, o Deus da guerra, e símbolo da virilidade cuja vitalidade se propaga pelo mundo. Por isso, a edição deste mês é uma homenagem ao universo masculino.

Vida e Legado faz jus à memória do homem que roubou a cena e os sonhos de Hitler na II Guerra mundial, Winston Churchill. E porque Clint Eastwood transpôs como ninguém as virtudes masculinas em cinema, é dele que fazemos o Perfil.

Política e Sociedade pergunta a Rodrigo Naymaier o que as figuras do guerreiro, do orador e do sacerdote têm em comum, enquanto na seção Ensaio, Marco Frenette afirma que a masculinidade é, por natureza, bélica.

A tríade cerveja, churrasco e futebol marca presença, é claro. Em Patrimônio e Memória, Maurício Nunes leva você do museu ao spa da cerveja. Viver Bem, além de sublinhar os benefícios das artes marciais para a saúde, ensina você a fazer o churrasco perfeito. E Na Marca da Cal responde a crucial e insana dúvida: Neymar ou Marta, quem é melhor?

Para alegria dos fãs da série Two and a Half Men, Charlie Harper aparece para a festa em Território do Riso.

O colaborador Especial desse mês é Emílio Kerber, membro da Força Aérea Brasileira, que discorre sobre os méritos do serviço militar obrigatório para a formação do cidadão.

A Beleza importa explora o laço forte entre sexo e Cinema, enquanto CrossRoads refresca a memória de todos os leitores do saudoso gibi Luluzinha, elecando o TOP 3 do Clube do Bolinha.

Alta Cultura presta o devido tributo a São Bento, recordando cada uma de suas realizações.

Como o melhor sempre fica para o fim, Crônica conduz o leitor a meditar sobre o perene Memento mori, enquanto em Conto, sobre a experiência mais dramática, formadora, redendora ou destruidora, a que se submetem inúmeros homens desde que o mundo é mundo: a guerra.

Palco, como de costume, compila músicas remetendo a cada matéria, além de uma surpresa para os aficcionados da melhor retórica política que o século XX conheceu.

Pedir desculpas por ser homem é para os incultos, os incautos e os disparatados. Vida longa a Marte, a Santo Ignácio de Loyola, e a cada homem que faz do mundo um lugar mais forte, mais livre, mais honesto, mais amoroso, mais meditativo.

Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar