23.7 C
São Paulo
domingo, 5 dezembro, 2021

Hoje na História: morre Jules Verne, o pai da ficção científica

Revista Mensal
Vitor Marcolinhttps://lletrasvirtuais.blogspot.com/
Apenas mais um dos milhares de alunos do COF. Non nobis Domine.

O escritor francês que se notabilizou pelo seu vigor imaginativo, anteviu muito da realidade tecnológica que dispomos hoje. Verne morreu no mesmo ano da publicação da Teoria da Relatividade (restrita) de Einstein.

Quem, quando criança, não simpatizou com o esperto e fiel Passepartout, o corajoso criado francês contratado por Phileas Fogg para acompanhá-lo em sua extraordinária viagem de circum-navegação do mundo em exatos 80 dias? Ou com o jovem Axel que, na companhia do professor Lidenbrock — que interpretou um antigo mapa escrito por um alquimista islandês — e de sua bela sobrinha, Graüben, empreende uma descida aos abismos do submundo onde, ao invés de um mar de lava mui convidativo, encontram um ambiente pululante de vida? Ou ainda, claro, com o capitão Nemo no comando do Nautilus, uma maravilha da engenharia naval nunca antes vista? Há ainda os membros do fascinante Clube do Canhão, da história Da Terra à Lua, uma sociedade de caráter para-maçônico que obteve sucesso com o extraordinário projeto de enviar uma missão tripulada para a Lua. Nesta história, Verne descreve a decolagem de um módulo com três astronautas no Sul da Flórida, a cerca de 30 quilômetros de onde, em 1969, a missão Apolo 11 partiu!

Nós somos meros CPF’s, não dispomos dos meios de verificação objetiva da maioria de nossas suspeitas sobre o funcionamento da realidade. Só nos resta observar essa imensa e sutil concatenação de fatos que desfilam, maliciosos, pela História e que nos obrigam a alimentar, qual demônios, essas pulgas atrás de nossas respectivas orelhas. Verne será sempre uma pulga serelepe a instigar a curiosidade dos seus leitores. Muitos intérpretes do escritor francês o analisaram desde prismas variados: um gênio da literatura ficcional; um charlatão membro de sociedades secretas; um divulgador de segredos dos altos círculos científicos e esotéricos; um “duas-caras”, nas palavras de sua própria sobrinha. Há, contudo, aqueles que preferem acreditar simplesmente na velha e consagrada missão da Literatura que, sob economia de palavras, pode ser expressa assim: experiência da realidade. Objetivamente, as descrições da realidade que Jules Verne legou para os seus leitores coincide com muitas das conquistas tecnológicas do mundo contemporâneo, tão estranhas para as pessoas do passado quanto as noções einstenianas do tecido do espaço-tempo.

Mais um dos aspectos interessantes da sua vasta obra, traduzida e publicada em mais de 148 países!, é a perspectiva geopolítica do escritor de ficção. Por exemplo, no livro Vinte Mil Léguas Submarinas — do original em francês Vingt mille lieues sous les mers –, publicado em 1869, vemos a incipiente noção dos Estados Unidos como a primazia do poderio bélico. Verne, que fora contemporâneo e espectador dos conflitos decisivos da Guerra de Secessão, e, ademais, atento observador dos novos contornos da política mundial daquele fin de siècle, pôde antever também, ainda que sutilmente, a silhueta dessa realidade. E na história do enigmático e recatado Mr. Fogg, aquele que desafia o poder de outra sociedade iniciática, Verne desenha os contornos da influência britânica no globo: a viagem acontece através dos territórios que pertenciam ao Império Britânico ou, pelo menos, que estavam sob a direta influência do Império sobre o qual o Sol nunca se põe. Ainda podemos aprender muito com o escritor morto naquele 24 de março de 1905.

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

CRÔNICA丨Perda

Afrânio era um aprendiz de tipógrafo na Corte que, depois do trabalho nas oficinas da Rua da Guarda Velha,...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img