Mesmo com caixa cheio, governador Wilson Lima afirma que há falta de cilindros de oxigênio em Manaus

Pandemia – O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, já disponibilizou mais de 400 bilhões de reais para despesas relacionadas ao combate do Covid-19. O dinheiro foi distribuído para todo o país, incluindo a capital do Amazonas, Manaus, que neste momento sofre com falta de insumos.

Segundo dados precisos do Portal da Transparência, no decorrer de 2020 os aportes pagos pela gestão do presidente Jair Bolsonaro foram de R$ 416, 04 bilhões – ou 12,53% de todos os gastos do governo com o setor público.

Já em um cálculo mais abrangente, o Governo Federal afirma ter repassado cerca de R$ 900 milhões para o Amazonas. O estado aponta só ter declarado R$ 267 milhões.

Confira os números oficiais AQUI

Confira as despesas por segmento da saúde no Amazonas AQUI

Mesmo com todo os recursos, o governador do Amazonas, Wilson Lima, do PSC, afirmou que há quatro dias o estado sofre com a falta de cilindros de oxigênio, usados em pacientes graves. Em média, um cilindro de oxigênio custa em torno de R$ 800 e R$ 1000 reais.

União declara ter repassado quase R$ 900 milhões para o AM, que só declarou R$ 267 milhões

Com mais de 2 milhões de habitantes, Manaus registrou até esta sexta-feira mais de 91 mil casos de pacientes com coronavírus e 3863 óbitos.

Histórico de desvios da saúde

Em outubro de 2020, a Polícia Federal liderou a segunda fase da Operação Sangria. Com colaboração do MPF e da Controladoria Geral da União, as autoridades investigam uma série de suspeitas de superfaturamento na compra de respiradores para pacientes com coronavírus.

Confira um histórico de operações ligadas a desvios no SUS:

Covid-19: CGU, PF e MPF deflagram segunda fase da Operação Sangria

08/10/2020 – Objetivo é aprofundar investigações de superfaturamento na aquisição de ventiladores pulmonares e recebimento de vantagens indevidas

CGU, PF, MPF e RFB apuram irregularidades em compras de respiradores no Amazonas

02/07/2020 – Operação Sangria detectou superfaturamento na aquisição de ventiladores pulmonares pela SUSAM. Equipamentos foram considerados inadequados

CGU, Ministério Público e Polícia Civil combatem desvios na Educação em Coari (AM)

26/09/2019 – Operação Patrinus aponta o envolvimento de agentes públicos da Prefeitura e de empresários em fraudes em licitações, com direcionamento de resultados

CGU participa de ação que combate fraudes no INSS em Amazonas

22/04/2019 – Investigação apura cobrança de vantagens indevidas, fraudes em benefícios previdenciários e diárias cruzadas

Quarta fase da Operação Maus Caminhos combate fraude na saúde pública do Amazonas

11/10/2018 – Operação Cashback aprofunda investigações que apontam desvios de R$ 140 milhões do SUS

CGU, PF e MPF aprofundam investigação sobre desvios de recursos da saúde no Amazonas

21/12/2017 – Ação é 3ª fase da Operação Maus Caminhos e apura a atuação de políticos no esquema criminoso

CGU aprofunda investigação sobre desvios de recursos da saúde no Amazonas

13/12/2017 – Ação é desdobramento da Operação Maus Caminhos, que apurou fraudes no SUS do estado

Operação Tapauara desarticula organização criminosa em Tapauá (AM)

28/11/2017 – Esquema desviou mais de R$ 62 milhões em 2017 e contava com envolvimento de agentes municipais, empresários e vereadores

Ministério da Transparência investiga fraudes em recursos da saúde no Amazonas

20/09/2016 – Operação Maus Caminhos tem por base fiscalização do órgão. Irregularidades nos serviços prestados pelo Instituto Novos Caminhos superam R$ 110 milhões.

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar