23.7 C
São Paulo
domingo, 5 dezembro, 2021

VIDA E LEGADO丨Guilherme de Almeida, poeta da Revolução de 32

Revista Mensal
Bruna Torlay
Estudiosa de filosofia e escritora, frequenta menos o noticiário que as obras de Platão.

O legado de “artistas” desinteressados pela inventividade formal é o esquecimento. Guilherme de Almeida foi o quarto príncipe dos poetas brasileiros, seguindo Olavo Bilac, Alberto de Oliveira e Olegário Martins. Contava 42 anos e feitos relevantes em poesia quando integrou as tropas paulistas que confrontaram o governo provisório de Getúlio Vargas em 1932. Não era…

Este conteúdo é apenas para associados Assinatura mensal, Assinatura trimestral, Assinatura semestral, e Assinatura anual.
Conecte-se Cadastre-se
- Advertisement -spot_img

1 COMENTÁRIO

Comentários estão fechados.

Mais do Autor

ATIVISMO EM PAUTA│Monarquia: pra que te quero?

Um retrato de como pensam e o que esperam os monarquistas brasileiros hoje.  “O melhor sistema de governo é aquele...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img