segunda-feira 22, julho 2024
20.5 C
São Paulo

Crônica

CRÔNICA丨Diário de classe

A verdade mais óbvia sobre a falência do ensino nacional é a cara de tédio do analfabeto funcional obrigado a permanecer numa sala fechada cinco horas por dia, encerrado na absoluta incompreensão do sentido de estar ali. Peço que...

CRÔNICA丨Tobias e o Anjo Rafael

Quando o Anjo da Guarda é um Arcanjo Para começar, o Reino de Israel havia caído. Sob os poderosos assírios, os descendentes de Jacó agora lutavam não contra inimigos armados com espadas e escudos, mas contra a fome. E era...

CRÔNICA | Uma descoberta

Eles eram estranhos, indesejáveis e desprezíveis; quem se atrevesse (mas quem se atreveria?) a prestar-lhes simpatia (nem digo veneração) era punido com reprimendas severas que consistiam em confusas exposições teológicas sobre o porquê não se deve considerá-los. Estou a...

CRÔNICA | Cômico

Numa abertura célebre, Tolstói disse que todas as famílias felizes se parecem. Limitando a minha perspectiva de felicidade familiar à circunscrição do cômico, que é uma parte pequenina da felicidade, recordo-me de um acontecimento passado no seio de um...

CRÔNICA | Morte antes do fim

Era 1876. Afrânio era um jornalista que trabalhava na Gazeta de Notícias, na Côrte. Entre os seus colegas de pena, ele gabava-se do seu russo; Afrânio e D. Pedro II talvez fossem os únicos brasileiros que dominavam o idioma...

CRÔNICA | Reminiscências do chinelo

Não sei precisamente onde li, se li -- devo ter ouvido num documentário --, mas sei que Villa-Lobos, quando de sua apresentação no Municipal de São Paulo durante a Semana de Arte Moderna, fora vaiado porque subiu ao palco...

CRÔNICA丨Pateo do Collegio

Pediram-me para que eu escrevesse sobre Borba Gato, o bandeirante; e eu, que sou prestativo e tenho boa vontade, pus-me logo a pensar numa cena, num ato, num acontecimento que pudesse representar a realidade histórica na qual vivera o...

CRÔNICA丨Altas horas

Crônica paulistana À saída da Estação da Luz, um sujeito, abordando-me tão logo alcancei a calçada, pergunta-me se eu poderia ajudá-lo. Acredito que haja nesta vida momentos nos quais a polidez, os bons costumes, a etiqueta e a própria civilidade...

CRÔNICA丨Onde dói?

Sentados sob o toldo da padaria, tomávamos cerveja. Eu suara durante a Missa; ir ao centro durante o tempo do Advento é fatalmente expor-se ao calor típico de fim de ano. Na metade da segunda garrafa, decidi perguntar ao...

CRÔNICA丨Pecunia non olet

Na véspera, eu decidira sair antes de tomar café. Eu queria ver de perto a euforia dos pregões no hall da Bolsa de Valores, no centro, mas isso foi há muito tempo. Hoje tudo acontece virtualmente, isto é, quando...

Arquivo Esmeril