14.7 C
São Paulo
quarta-feira, 22 setembro, 2021

Crônica

CRÔNICA丨Diamante

O mormaço de agosto sufocava. Talvez quando já estivesse em alto-mar, a temperatura arrefecesse. Mas, não. Quando subiu a bordo do veleiro, o jovem marujo que nunca estivera no mar descobriria que a vida de um pirata estava tão...

CRÔNICA丨À altura

Nasci em meados dos anos 1990, não me lembro se fui testemunha dos últimos comerciais de cigarros na tevê, mas o quadro pitoresco do atrito entre aqueles corpos ensaboados em disputa frenética pelo sabonete que caíra no fundo da...

CRONICA丨Falta no trabalho

Depois de correr até a exaustão na roda do elevador à tração humana, o escravo fora finalmente dispensado do trabalho, pelo menos até a manhã seguinte. O rapaz, um viking capturado na região das fronteiras ao Norte, era forte...

CRÔNICA丨Vênus

Em Atenas há três linhas de metrô, não mais do que isso. Apesar dos esforços da propaganda política que alardeiam a promessa de que, dentro em pouco, os cidadãos da capital da Grécia e os turistas -- principalmente os...

CRÔNICA丨Agosto

Quando cobriu a cabeça com o seu chapéu fedora e saltou do bonde nas proximidades da rua Toneleros, em Copacabana, Fagundes já tinha plena ciência do que acontecera ali na madrugada. Todos já sabiam. As notícias corriam depressa: "Disparou 6 tiros em...

Crônica de Páscoa

Tarde fresca. O sol ardido e o vento frio tinham a cara do Rubem Braga, devia ser a segunda semana do Outono. Casa cheia. Mesa farta. As crianças -- sobrinhos e primos pequenos -- corriam, gritavam, caíam, choravam. O...

CRÔNICA丨Memento Mori

"Memento mori", foram as palavras grafadas, em letra cursiva e esmerada, no bilhetinho que Pe. Benedetto entregara ao rapaz quando este, com a consciência limpa, saía do confessionário. Um suposto vírus que, segundo os informes diários na tevê, se...

CRÔNICA丨Perda

Afrânio era um aprendiz de tipógrafo na Corte que, depois do trabalho nas oficinas da Rua da Guarda Velha, ainda tinha disposição para anunciar os pregões dos jornais no Paço. O rapaz era órfão, aprendeu a lidar com as...

E O POVO COM ISSO?丨Eleições não são fenômeno de bilheteria

A visão de uma hecatombe produz no espectador distante um misto de horror, admiração e prazer designado "sublime". Ver o caos psíquico do Coringa, por exemplo, exteriorizado em anarquia dramática, violenta e incontrolável comove qualquer pessoa que ainda tenha...

E O POVO COM ISSO?丨Carnaval: A liberdade em ser brasileiro

Será o Sete de setembro a maior festa cívica em que se comemora a liberdade no Brasil? Carnaval deve ser reconhecido como a maior “festa cívica” brasileira. Não há nenhuma outra festa no ano superior ao Carnaval nesse sentido. Talvez...

Seções

- Advertisement -spot_img