19.4 C
São Paulo
quinta-feira, 28 outubro, 2021

África: sinal de internet sobre o Rio Congo

Revista Mensal
Vitor Marcolinhttps://lletrasvirtuais.blogspot.com/
Apenas mais um dos milhares de alunos do COF. Non nobis Domine.

As instalações que, em função do obstáculo natural representado pelo rio, eram caras, tiveram os custos reduzidos graças ao projeto

No centro do continente africano há duas nações sob quase os mesmos nomes: a República Democrática do Congo e a República do Congo. Ambas valem-se do Rio Congo como fronteira natural. A miséria presente em ambas as nações, fruto dos conflitos tribais — que impedem o estabelecimento de um senso de coesão política e social — somada aos interesses econômicos unilaterais de países estrangeiros, oferece resistência objetiva ao desenvolvimento das Repúblicas às margens do Rio Congo.

No âmbito do setor de serviços, não é preciso demonstrar o quanto a infraestrutura dos países é ineficiente. O sinal de internet, por exemplo, não abrange integralmente a extensão territorial; quando muito, atende às necessidades dos habitantes das duas capitais: Brazzaville, da República do Congo, e Kinshasa, da Rep. Democrática do Congo.

Com o objetivo de maximizar a dinâmica de emissão e recepção do sinal de internet, técnicos de uma empresa privada desenvolveram uma tecnologia visionária: o Projeto Taara. Observando que os provedores, localizados nas duas capitais, teriam de estender uma conexão de fibra de mais de 400 quilômetros de extensão somente para contornar o Rio Congo, os idealizadores do projeto decidiram ajudá-los com uma inovação que suprimisse essa dificuldade.

Embora a distância entre as cidades seja relativamente curta, cerca de 5 Km, os custos para a manutenção dos provedores entre as duas localidades são insustentáveis. Contudo, a equipe do Projeto Taara obteve sucesso em superar tal dificuldade. O Taara vale-se da tecnologia de link óptico sem fio (WCO) de alta velocidade para enviar os sinais de internet sobre o Rio Congo.

Fonte: X Company

A superação do obstáculo natural representado pelo Rio Congo foi um sucesso. Os técnicos da empresa conseguiram, num intervalo de tempo de apenas 20 dias, efetivar a conexão de alta velocidade entre as duas capitais. Eles instalaram links que atenderam a quase 700 TB de dados. O projeto fora desenvolvido pela empresa X Company. O engenheiro-chefe, o Baris Erkmen, disse que não é possível garantir estabilidade do sistema sob todas as modalidades climáticas da região, mas a empresa está trabalhando com afinco para garantir eventuais melhorias.

Com informações do portal TecMundo

“A ciência é, portanto, uma perversão de si mesma, a menos que tenha como fim último, melhorar a humanidade”.

Nikola Tesla

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

CRÔNICA丨Perda

Afrânio era um aprendiz de tipógrafo na Corte que, depois do trabalho nas oficinas da Rua da Guarda Velha,...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img