12 C
São Paulo
terça-feira, 28 junho, 2022

PALCO丨Canção popular, o melhor concerto para piano do século XX e uma prece

Revista Mensal
Bruna Torlay
Bruna Torlay
Estudiosa de filosofia e escritora, frequenta menos o noticiário que as obras de Platão.

Os apaixonantes concertos para piano de Rachmaninoff certamente estão entre os três melhores do século XX. Resta saber qual dos 4 não entraria no pódio. Compositores russos igualam os escritores, se não em número, certamente em intensidade. Por isso a trilha sonora desta edição os agrega, entre algumas conhecidíssimas canções folclóricas da Grande e Pequena Rússia. Quanto aos ucranianos, não se engane, fazem frente aos vizinhos e figuram em ambos os campos, além de encerrar essa lista com uma prece comovente.

1. Conhecidíssimo e irresistível até para não-entusiastas dos concertos para piano é o nº 2, de Rachmaninoff:

2. O fato de Rachmaninoff ter feito pouco caso do movimento modernista e composto música romântica em pleno século XX o torna uma espécie de herói da música, por isso fica aqui também a interpretação dele próprio de suas aclamadas peças:

3. Música arrebatadora como as novelas dos escritores românticos e, de longe, a mais famosa do repertório popular russo é Kalinka, composta pelo folclorista Ivan Larionov há mais de 150 anos, em 1860. Quem resiste?

4. Você sabia que a famosa “Carol of the Bells” é… uma canção popular da Ucrânia? O nome oficial é Shchedryk / Щедрик e foi composta por Mykola Leontovych em 1916

5. Mais uma queridinha dos russos: Katiucha, escrita em 1938. Durante a Segunda Guerra Mundial, fez um sucesso estrondoso, atribuído ao fato de um famoso lançador de foguetes russo usado pelos militares (a arma teve um papel importante na Segunda Guerra Mundial) também ter sido apelidado de Katiucha. Será?

6. Falando em guerra mundial, Shostakovitch sobreviveu às duas, e ainda deixou como legado uma obra extraordinária, entre sinfonias, trilhas sonoras para o cinema e as famosas Jazz suites, propositalmente reproduzidas aqui pela National Symphony Orchestra of Ukraine, sob condução de Theodore Kuchar.

7. O brilhante Rimsky Korsakov, famoso pela obra Sherazade, figura aqui, porque estamos em quaresma, com A Grande Páscoa Russa:

8. Tchaikovsky foi o primeiro compositor russo a entusiasmar a Europa, se igualando aos maiores escritores em popularidade e elevando ao máximo a glória da Rússia ao longo do século XIX. Certamente permanece o mais executado e conhecido entre seus pares. Entre suas inúmeras peças, a mais russa em cadência e essência talvez seja a Valsa Sentimental.

9. A disputada região de Donetsk, na Uucrânia, sediou o nascimento do compositor Prokófiev em 1891. Se a conhecida peça infantil Pedro e o Lobo foi feita para agradar a Stalin, aquela que o notabiliza é Romeu e Julieta, especialmente conhecida pela suite nº 2:

10. Mykola Vitaliyovych Lysenko é considerado o fundador de uma coisa chamada “nacionalismo musical”. Na prática, significa que ele desejou voltar-se à cultura local de seu país, a Ucrânia, para produzir uma música livre da influência russa. Apesar de permanecer desconhecido fora de seu país, é extremamente prestigiado e festejado na terra natal, e certamente sua tocante Prece pela Ucrânia, de 1885, tem aquecido a alma dos inúmeros civis nessa hora. Exatamente esta em que você passa os olhos nessas linhas aqui.

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2022
- Advertisement -spot_img

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente lista de músicas, Bruna. Permita-me acrescer a ela, a título de sugestão, a minha obra preferida de Rachmaninoff: a sua cantata para barítono, coral e orquestra, intitulada Vesna (Primavera). No link abaixo, com legendas em inglês e em alemão, a interpretação é da Orquestra Filarmônica de Berlim, sob a regência de Tugan Sokhiev.

    O texto dessa cantata foi extraído do poema “Ruído Verde”, do poeta russo Nikolai Nekrasov. O curioso é que Nekrasov inspirou-se em canções folclóricas ucranianas para compor o poema em questão, no ano de 1863, cujos versos finais, em inglês, transcrevo logo abaixo, porque sintetizam o que é a obra de Rachmaninoff de que falo: uma ode ao perdão.

    “Oh love, while you yet still can love,
    endure while you have strenghth to endure,
    forgive, as you would be forgiven,
    leave God to be our judge!”

    https://www.youtube.com/watch?v=BNThKo8F5UI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

ATIVISMO EM PAUTA│Monarquia: pra que te quero?

Um retrato de como pensam e o que esperam os monarquistas brasileiros hoje.  “O melhor sistema de governo é aquele...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img