13.1 C
São Paulo
terça-feira, 28 junho, 2022

Antonio Fernando Borges

O QUE HÁ DE ERRADO COM…丨As Vanguardas Poéticas

O impasse entre ‘vir por último’ e ‘estar na frente’ "O mundo moderno perdeu o juízo, não tanto porque aceita o anormal, mas porque não consegue restabelecer a normalidade". G. K. Chesterton 1. Antes de abolir a inteligência e o uso generalizado...

O QUE HÁ DE ERRADO COM…丨 O Presépio de Natal?!

A mais completa tradução do Amor ao Próximo De antemão: não. Não há absolutamente nada de errado com a encantadora representação imagética do acontecimento mais impactante da história humana, desde a expulsão de Adão e Eva do Éden: o milagre...

O QUE HÁ DE ERRADO COM丨O Homem Moderno

Um fantasma rondando a Civilização Católica 1. Do banho de sangue da Revolução Francesa, das ondas de estupidez com que o Renascimento tentou afogar a grandeza e a beleza da Idade Média, do oceano de insanidades instaurado pelo Iluminismo, das...

Werther e Caulfield: a morte pela Literatura

Por que os jovens leitores de J. Wolfgang Goethe e J. D Salinger não podem suportar tanta realidade

Macedonio, o homem que nunca foi presidente

Como a Open Society Foundation, de Soros, apareceu primeiro nas páginas de um romance argentino que nunca foi escrito Desde que o austríaco Hugo von Hofmannsthal alertou que “nada existe na realidade política de um país se não estiver primeiro...

Utópica ou distópica, Madame Bovary não sou eu

Justo quando a gente pensava já ter visto de tudo em matéria de bovarismo, eis que uma inesperada nuance veio tomar conta da cena, nos livros e lives das redes sociais

O QUE HÁ DE ERRADO COM丨A Concentração de Capital

Distributismo: a boa-nova que nunca foi tentada A primeira pergunta que há de ocorrer ao leitor medianamente distraído (e não muito acostumado à variedade de assuntos filosóficos, literários e apologéticos de Chesterton) é: mas, afinal, o que o grande escritor...

Uma Casa verde, amarela… e muito ‘louca’

Toda grande literatura é de antecipação

Batlerby: é inútil tentar explicar um mito

"[...] na medida em que ajuda a fundar / fundamentar a realidade, todo mito já é uma explicação!"

‘Michael Kohlhaas’: a justiça por caminhos injustos

''Na Biblioteca de Borges – que outros chamarão de Universo –, há prateleiras inteiras dedicadas a todos os dramas que se precipitaram sem máscara no cotidiano do homem moderno''

Autor

Antonio Fernando Borges é escritor (Braz, Quincas & Cia. e Memorial de Buenos Aires, entre outros) e professor/consultor de Arte da Escrita.
10 POSTS
0 COMENTÁRIOS

Esmeril News

- Advertisement -spot_img