23.5 C
São Paulo
sábado, 28 maio, 2022

TSE quer suspender Telegram no Brasil durante as Eleições 2022

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Luís Roberto Barroso oficiou o CEO do aplicativo, Pavel Durov, em dezembro de 2021

Com a justificativa de tentar evitar a “circulação de fake news” durante as eleições de 2022, há boatos que juízes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desejam elaborar judicialmente uma forma de suspender o Telegram no Brasil por força da Lei ou via Congresso Nacional. Porém, não existe interesse por parte dos deputados e senadores em dar andamento a idéia.

Então, a outra alternativa seria barrar o Telegram no país sob alegação que o mesmo não tem “representação”. No entanto, o aplicativo russo é usado por cerca de 53% dos brasileiros e permite até 200 mil pessoas em grupos, envio de vídeos longos, dentre outras funcionalidades, que facilitam a vida da população.

Em 16 de dezembro de 2021, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, enviou um ofício à Pavel Durov, CEO do Telegram, no qual solicitava uma reunião de colaboração. Até o momento o ofício não foi respondido por Durov.

Com informações da matéria do repórter Fernando Martins para a Jovem Pan


O gênio apenas pode respirar numa atmosfera de liberdade

— John Stuart Mill

Gosta do nosso conteúdo? Assine a Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img