19.4 C
São Paulo
quinta-feira, 28 outubro, 2021

SC | Professora obtém liminar para não ser vacinada contra sua vontade

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Juíza decidiu a favor do mandado de segurança impetrado pela profissional da educação

Na sexta-feira (17), a juíza substituta Cibelle Mendes Beltrame, da 2ª Vara Cível da Comarca de Gaspar (SC), concedeu pedido liminar à professora Susan Theiss, para que a profissional da educação não seja obrigada a se vacinar contra a Covid-19.

A professora impetrou mandado de segurança em face do Secretário de Educação de Gaspar (SC), devido ao Decreto 10.096/2021, que tornou a vacinação obrigatória para todos os profissionais do setor, havendo a previsão de aplicação das sanções contidas na Lei Municipal n. 1.305/1991 e Decreto-Lei Federal n. 5.452/1943 (CLT), nos casos de ‘recusa injustificada’.

Theiss também apresentou exame demonstrando ter adquirido imunidade à Covid-19, após ter sido contaminada pelo vírus. A magistrada aceitou o documento e também baseou sua decisão argumentando que as vacinas disponíveis estão ainda em fase de estudos.


Infelizmente quase 600.000 brasileiros não a superaram, mas estes números demonstram que a doença pode ser vencida. Não é fácil vencer uma doença tão grave e por esta razão não se pode minimizar as consequências que imunizantes, não totalmente testados e não garantidos pelas empresas fabricantes, provoquem no ser humano

— Cibelle Mendes Beltrame , juíza substituta da 2ª Vara Cível da Comarca de Gaspar (SC)

O colegiado do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a obrigatoriedade é constitucional, desde que aplicada de forma ‘indireta’, por exemplo, exigindo para determinadas atividades e/ou acesso a determinados ambientes. A decisão foi proferida durante julgamento conjunto das ADIs 6.586 e 6.587 e do ARE 1.267.879, segundo o Conjur.

No entanto, apesar de citar a decisão do STF, a magistrada argumenta que não é possível a exigência de vacinação para a COVID-19, pois sãovacinas ainda em fases de estudos e que necessitam de aprimoramento e de estudos de segurança amplamente comprovados e divulgados à população antes de se tornar de uso obrigatório”.

Com informações do Conjur


A consciência vale por mil testemunhas

— Quintiliano

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img