Saiba quem foi o alvo do furto que ocorreu na última sexta-feira, dentro do Capitólio

]

Enquanto Nancy Pelosi apressa seus pares a aprovar o impeachment do presidente Donald Trump, a confirmação de que o laptop da presidente da câmara foi roubado durante a invasão do Capitólio na última sexta-feira (6/1) deixou Washington D.C sob total suspense.

Apesar de a informação ter sido negada em primeira instância, o general aposentado da Força Aérea, Thomas McInerney, declarou ter visto “o laptop nas mãos das Forças Especiais”, que teriam o destruído após recuperá-lo.

Imediatamente após a notícia do furto, uma porta-voz da representante democrata, Drew Hammill, afirmou que o computador não armazenava dados importantes, “apenas apresentações de projetos legislativos”. Além do laptop de Pelosi, o governo norte-americano confirmou o furto do computador pessoal de outro congressista, o democrata Jeff Merkley, senador pelo Óregon.

“Conteúdo secreto”

Logo após o incidente, vários membros ligados à câmara se pronunciaram sobre o provável conteúdo do laptop furtado – e agora, dizimado – de Nancy Pelosi. Segundo fontes internas, o computador é um Inspiron “empoeirado”, usado pela representante somente para fazer apresentações de PowerPoint. Com a destruição do equipamento, as chances reais de sabermos seu real conteúdo são pequenas. Ao menos que algum aliado do presidente tenha acessado os dados previamente.

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar