13.2 C
São Paulo
quinta-feira, 21 outubro, 2021

Policial Militar se destaca por Ações Sociais no Acre

Revista Mensal
Roberto Lacerda
Roberto Lacerda Barricelli é jornalista, assessor e historiador. Foi correspondente do Epoch Times e colaborador em diversos jornais, como Jornal da Cidade Online, O Fluminense, São Carlos Dia e Noite, Diário da Manhã, Folha de Angatuba e Jornal da Costa Norte.

O PM administra um projeto social e ajuda pessoas necessitadas a realizarem seus sonhos

O Policial Militar Derineudo de Souza administra um projeto social, em Rio Branco (AC), que ajuda 800 jovens pobres, através da prática de esportes, atividades culturais e alimentação. A iniciativa Amigos Solidários, fundada pelo PM, existe desde 2015 e conta com a colaboração de mil voluntários, segundo o site de boas notícias e caridade Razões para Acreditar.

No projeto, os jovens atendidos têm acesso a aulas de música, ballet, futebol, natação, ginástica e outras modalidades. O Razões para Acreditar iniciou uma vaquinha online para ajudar o projeto de Derineudo (clique aqui para ajudar).

Ações Sociais

O PM Derineudo ainda consegue tempo para ajudar pessoas necessitadas que cruzam seu caminho. Esse foi o caso de Manoel Vieira (59), um vendedor de picolés que foi encontrado aos prantos pelo PM. No dia, Seu Manoel não conseguiu vender um único picolé e estava em desespero.

Obtendo apenas R$15 diários com os picolés e vivendo num barraco de madeira alugado, Seu Manoel descobriu que a caridade ainda existe nos corações humanos. O PM Derineudo contatou o Razões para Acreditar, que abriu uma vaquinha e arrecadou mais de R$107 mil.

No sábado (01), o vendedor recebeu as chaves de sua nova casa, própria e de alvenaria, conforme informou o Metrópoles.

Seu Manoel recebendo a casa própria em Rio Branco (AC)

O idoso Bernardo da Silva (75) também foi ajudado pelo PM Derineudo, novamente em parceria com o Razões para Acreditar. Ele perdeu a esposa para o câncer e passava o dia inteiro na barraquinha de doces, para não retornar à sua casinha, que lhe trazia lembranças da amada. A casinha também não tem água encanada, eletricidade e possui um banheiro externo improvisado.

Bernardo da Silva (75) em frente a sua casinha

A vaquinha desta vez arrecadou mais de R$45 mil e possibilitou que o idoso e o filho Francisco (35) retornem a casinha e comprem remédios para tratar um doença de pele que acomete o camelô.

Com informações de Razões para Acreditar e Metrópoles


Aquele que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar.

– Santo Agostinho

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

PATRIMÔNIO E MEMÓRIA丨O lusotropicalismo em Gilberto Freyre

Roberto Lacerda recorda o clássico "O luso e o trópico" para honrar a memória de Gilberto Freyre, cuja reflexão...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img