19.4 C
São Paulo
quinta-feira, 28 outubro, 2021

O Voto impresso pegou!

Revista Mensal
Bruna Torlay
Estudiosa de filosofia e escritora, frequenta menos o noticiário que as obras de Platão.

Manifestações nas principais capitais brasileiras revelam que parte massiva da população apoia a PEC 135/19 no país

Ao longo deste domingo, em meio à mais gélida frente fria dos últimos tempos, que salpicou Santa Catarina com neve e fez as temperaturas despencarem nas regiões sul e sudeste do país, milhares de manifestantes saíram às ruas dos principais centros urbanos do país para entoar apoio à aprovação do voto impresso auditável.

A partir das 14h, a Avenida Paulista, em São Paulo, já contava de 3 a 4 quadras lotadas entre a Rua Pamplona e o prédio do Masp. Como as imagens indicam, é o maior protesto desde as manifestações de maio e junho de 2019 em apoio à reforma da previdência.

Manifestantes que compareceram ao protesto afirmam que o trânsito entre as quadras era muito difícil em razão da densidade de presentes. Segundo os organizadores, não era possível distinguir onde a multidão terminava do alto do carro de som do movimento Nas Ruas, liderado pelo ativista Tomé Abduch.

Tomé Abduch, coordenador do movimento Nas Ruas, discursa durante protesto em prol do voto impresso auditável de 01/08/21

Lideranças políticas do estado de São Paulo compareceram tanto na Av. Paulista quanto em outras 26 cidades interior adentro. Valéria Bolsonaro liderou a manifestação em Campinas, segunda maior cidade do estado, enquanto Douglas Garcia, Gil Diniz, Major Meca, Castelo Branco e demais deputados da bancada conservadora da ALESP lideraram o protesto na capital, acompanhados pelos deputados federais por SP Carla Zambelli e Eduardo Bolsonaro.

A manifestação da capital mobilizou não apenas milhares de cidadãos, que venceram o frio cortante para colorir a avenida com o verde e amarelo adotado pela nova direita, como também figuras notáveis da cena cultural recente, como o grupo teatral Hipócritas.

Integrantes do grupo Hipócritas marcaram presença na Av. Paulista noprotesto de 01/08/21

Além do movimento Nas Ruas, que transmitiu inclusive uma mensagem do presidente da república Jair Bolsonaro por vídeo-conferência durante os atos, um segundo carro de som, representando outros movimentos conservadores e instalado em frente ao MASP, concentrava mais manifestantes.

O estado de São Paulo não foi o único a aderir com força aos protestos. Em Santa Catarina, por exemplo, Joinville, Chapecó, Itajaí, Balneário Camboriú, Criciúma, Blumenau e Tubarão acompanharam a capital Florianópolis em protestos.

A praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, também impressionou pela quantidade de manifestantes. Diversos perfis de apoiadores postaram registros do protesto em suas redes sociais.

Porto Alegre reuniu manifestantes no Parcão, sob a liderança da ativa vereadora Fernanda Barth e outras figuras políticas aliadas ao atual governo:

Na última semana, o atual presidente da câmara dos deputados Arthur Lira afirmou que a PEC 135 provavelmente não seria aprovada. As manifestações deste domingo revelaram que parte massiva da população brasileira não endossa o juízo do deputado, cujo desconhecimento com relação ao grau de apoio da população a esta medida foi hoje desafiado.

A pressão popular revela que o apoio à aprovação do voto impresso auditável, ao contrário do que muitos pensavam, pegou mesmo. Resta saber como Brasília reagirá à tamanha pressão popular.


Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

ATIVISMO EM PAUTA│Monarquia: pra que te quero?

Um retrato de como pensam e o que esperam os monarquistas brasileiros hoje.  “O melhor sistema de governo é aquele...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img