O criminoso internacional foi localizado de maneira um tanto inusitada

O colombiano Efe Sullivan Loaiza Durango foi condenado em 2019 por tráfico de drogas e associação criminosa para o tráfico, sendo apontado como o responsável pela logística das drogas entre Medellín, Colômbia, e a Flórida, nos Estados Unidos da América (EUA), entre 2015 e 2016. Durango é membro do Cartel de Medellín e seu nome consta na lista de foragidos da Interpol.

Apesar dessa situação, o traficante condenado e procurado internacionalmente, num rompante de genialidade, tentou regularizar sua estadia no Brasil. Em miúdos, um traficante internacional, com nome na lista de criminosos foragidos da Interpol, procurou a Polícia Federal (PF) para corrigir sua permanência ilegal no Brasil (afinal, traficar? ¿Bueno, por que no?, mas ser imigrante ilegal? ¡Ahí no!) e ainda se surpreendeu ao ser preso pela mesma, em Duque de Caxias (RJ), na Baixada Fluminense.

Participaram da ação agentes da PF lotados no Núcleo de Cooperação Policial Internacional (Interpol/RJ), agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/PF) e do Centro de Cooperação Policial Internacional do RJ. O mandado de prisão preventiva para fins de Extradição foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e Durango será encaminhado ao sistema carcerário do Estado do Rio de Janeiro, enquanto aguarda sua extradição aos EUA, segundo o Portal G1.

Com informações do Portal G1


O idiota é uma ‘força da natureza’. Ele chove, relampeja, venta e troveja.

– Nelson Rodrigues

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :