O método pode ser usado para planejar ou evitar uma gravidez

O método natural de controle de ovulação se baseia na avaliação do muco cervical e na identificação do período fértil por meio da observação da secreção vaginal ao longo do mês. O método só funciona para mulheres que não utilizam nenhum recurso hormonal, como anticoncepcionais.

A principal vantagem do método de ovulação Billings é que a mulher poderá conhecer mais de perto o seu próprio corpo e como ele funciona, controlar seu ciclo menstrual e consequentemente saber como engravidar, como não engravidar, ter uma maior atenção ao que acontece na região íntima e possíveis alterações e não fazer uso de medicamentos hormonais como método anticoncepcional e contraceptivo.

Durante o período fértil é possível observar a mudança da consistência da secreção, que pode vir em maior quantidade e geralmente tem um aspecto mais úmido e de clara de ovo. Esse é o muco típico do período de ovulação, que normalmente acontece no período que antecede a ovulação e perdura até um ou dois dias após o período fértil.

A importância de compreender os tipos de mucos vaginal garante a eficácia do método Billings.

No início do ciclo menstrual o colo do útero não produz muito muco e o pouco que produz pode passar despercebido devido ao fluxo de sangue.

Muco pós-menstruação A mulher tem menos secreção e normalmente com uma coloração mais esbranquiçada ou meio transparente às vezes amarelada. É normal manchar a calcinha ou as vezes nem mancha. Normalmente o pós-menstruação é o período pré-ovulatório.

Muco pré-ovulatório Com o aumento nos níveis de estrogênio, o colo do útero passa a produzir mais muco vaginal com uma consistência mais grossa e pegajosa, com coloração esbranquiçada e aspecto cremoso.

Muco ovulatório Com a aproximação do período fértil, o colo do útero passa a produzir mais muco. Nessa fase é normal a mulher sentir a região íntima cada vez mais úmida. O muco que era consistente agora passa a ser mais fino, quase transparente e com aspecto de clara de ovo, escorregadio e elástico.

Muco pós-ovulatório Terminando o período fértil e o acabando a ovulação, a quantidade de muco volta a diminuir e o colo do útero pode apresentar uma consistência mais grossa e pegajosa.

Como identificar o muco no período fértil

Pegue a secreção vaginal e com o dedo polegar e indicador, avalie a textura do muco. Se ao esfregar os dois dedos e separá-los, a secreção não se romper, como se fosse uma filância ou uma saliva, então você está na época de ovulação. Por isso é preciso conhecer bem o corpo e as consistências de cada muco durante o ciclo menstrual antes de aplicar o método.

Usando o Método de Ovulação Billings para não engravidar

Quando estiver ovulando, o muco, que inicialmente é esbranquiçado, turvo e pegajoso, se torna a cada dia mais elástico e lubrificante, havendo fluxo mucoso ou sensação de lubrificação, sendo nesse período que o método deve ser aplicado, adotando medidas para evitar a gravidez, seja utilizando camisinha ou se abstendo de relações sexuais durante o período.

O último dia de sensação vulvar de umidade lubrificante se chama Ápice, no entanto, só pode ser reconhecido quando o muco desaparece ou retorna à aparência pegajosa, indicando que a ovulação ocorreu, está ocorrendo ou vai ocorrer até aproximadamente 48 horas. Nesse período é importante evitar o contato genital, para evitar a gravidez.

No quarto dia após o dia Ápice, a mulher entra no período de infertilidade, que dura mais ou menos duas semanas. Nesse período, é possível ter relações sexuais mais seguras, pois os indicadores do período fértil (muco e ovulação) já ocorreu.

Usando o Método Billings para engravidar

A mulher precisa apenas observar a mudança na secreção e quando irá se tornar mais fina e lubrificante, significando assim que ela se encontra no período fértil.

Desse modo, a mulher poderá priorizar as relações sexuais durante essa fase de muco, em que é provável haver fecundação e consequente gravidez, principalmente no dia do Ápice, seguindo as recomendações de forma contrária do tópico acima, para usar o método para engravidar.

Dicas: Testes de Ovulação e de Fertilidade podem ajudar as iniciantes e tentantes que estão a espera do tão sonhado positivo.

Origem do Método de Ovulação Billings

O Método de Ovulação Billings (MOB) é um método científico, que foi desenvolvido pelo Dr. John Billings, Dra. Evelyn Billings, Dr. James Brown e Dr. Erick Odeblad. Cada um com sua colaboração em pesquisas fizeram com que esse método tivesse uma validação científica.

O método começou a ser desenvolvido em uma clínica em Melbourne, na Austrália, em 1953, após uma completa avaliação dos métodos naturais e descoberta de que nenhum deles poderia competir em eficácia e aceitabilidade com a recente desenvolvida pílula anticoncepcional. O estudo foi coordenado pelo Dr. John Billings e a colaboração das investigações da Dra. Evelyn Billings.

Dr. John Billings e Dra. Evelyn Billings

O entendimento da utilização dos sintomas do fluxo vaginal para reconhecer a fertilidade, como é realizada do Método de Ovulação Billings, veio após 30 anos de intensas investigações, com pouco apoio das entidades promotoras de fundos. As primeiras observações foram realizadas pelas mulheres enquanto se desenvolviam as regras e as usavam na prática.

Depois, Erick Odeblad, na Suécia, realizou anos de investigação pioneira ao tipificar o muco cervical e determinar o significado de cada tipo no processo da fertilidade. E houve o estudo desenvolvido pelo Dr. James Brown sobre a relação entre as mudanças de muco, a atividade ovariana e a fertilidade, que envolveu aproximadamente 750 mil análises hormonais, tanto para espaçar como para conseguir uma gravidez, inúmeras observações de ultrassom e o uso da monitorização pela dosagem hormonal de FSH, LH (HCG) e clomifeno na indução da ovulação.

Foi necessário um amplo estudo porque cerca de 90% dos ciclos ovarianos são ovulatórios e os outros variantes representam os 10% restantes. Para acelerar o ritmo do estudo, se concentrou a investigação nos momentos em que são mais comuns as variações, principalmente a menarca, o estresse, a infertilidade após o parto, a amamentação e a aproximação da menopausa.

Uma característica importante dessas disciplinas, dentro da investigação médica, mostrou uma congruência notável. Não há contradição entre nenhum dos resultados obtidos em projetos individuais ou em colaboração.

Um método sem riscos à saúde

É um método científico, natural e eficaz para a regulação da fertilidade. Que se baseia no conhecimento da fisiologia reprodutiva, permitindo individualizar os ritmos de fertilidade da mulher. A preferência é que o método seja aplicado a mulher por um instrutor qualificado, que saiba ler e entender os sinais naturais do corpo, para que possa cuidar da sua saúde reprodutiva.

Não há contra indicação e qualquer mulher pode adquirir esse conhecimento.

Segundo o Centro de Formação Famílias Novas o posto médico Padre Pio, em Cachoeira Paulista (SP), conta, atualmente, com três instrutores qualificados e oferece o ensino do Método de Ovulação Billings para as pessoas interessadas em cuidar da saúde reprodutiva, conceber uma gravidez ou a espaçar. Entre os anos de 2009 e 2016, foram realizados 6.060 atendimentos.

Com informações da CENPLAFAM, Mundo Educação e Tua Saúde

Referência

Billings, Evelyn; Westmore, Ann; O método Billings, Paulus, 1ª edição, São Paulo, SP, 1997. (Clique aqui para adquirir o livro).


A coisa mais extraordinário do mundo é um homem comum, uma mulher comum e seus filhos comuns.

– G. K. Chesterton

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar