Segundo o jornal argentino La Nacion, a empresa LATAM encerrou as atividades de sua filial no país, a LAN. 

Através de comunicado, em 05 de fevereiro deste ano, a empresa LATAM encerrou oficialmente as operações de sua filial na Argentina, a LAN, segundo o jornal ‘La Nacion’.

Ainda segundo o jornal, em junho de 2020 funcionários dos altos escalões do governo argentino achavam que o anúncio de uma decisão para saída da empresa, era uma tentativa de pressionar o Estado, por melhores condições de mercado.

A empresa parece nunca ter duvidado de sua decisão, e o que era visto como blefe se concretizou, deixando 1.715 cidadãos argentinos desempregados.

No momento, o índice de desemprego no país é de 11,7%. O governo de Alberto Fernández e Cristina Kirchner observa a pobreza alcançar 44,2% da população do país, segundo o Observatório da Dívida Social da Universidade Católica da Argentina (UCA).  

A LAN informou aos sindicatos e aos 193 funcionários que não aceitaram o acordo proposto, que os contratos foram imediatamente extintos, devido ao fim de suas operações no país.

“A LAN Argentina S.A.  é consciente do impacto deste doloroso, porém inevitável processo, e reconhece o esforço e comprometimento de todos os seus colaboradores ao longo destes anos”, comunicou a empresa.

Com informações de La Nacion, Trading Economics e Revista Época.

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar