23.6 C
São Paulo
domingo, 19 setembro, 2021

JUSTIÇA | Suprema Corte mantém Lei que proíbe maioria dos abortos no Texas

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Vitória Pró-Vida na Suprema Corte abre precedentes para que outros Estados adotem a mesma Lei

Nesta quinta-feira (02) a Suprema Corte dos Estados Unidos da América (EUA) votou sobre a constitucionalidade da Lei do Batimento Cardíaco, sancionada na quarta-feira (1) pelo governador republicano do Texas, Grego Abbott (63). Pela nova Lei nenhum aborto pode ser realizado se for constatada a presença de batimento cardíaco do bebê, como noticiado pela Esmeril News.

Segundo The New York Times, a Lei foi considerada constitucional, não havendo seu bloqueio pela Suprema Corte americana, como esperado pelos movimentos pró-Aborto. O NY Times reconheceu se tratar de grande vitória do movimento Pró-Vida na América, que surpreendeu os ativistas pró-aborto.

Para o National Catholic Register a votação apertada mostra como a instituição está dividida em relação ao tema do aborto. O Texas’ Heartbeat Act foi considerado constitucional por 5 votos a 4. Os contrários foram três juízes liberais e o presidente da Corte, John G. Roberts Jr (66).

Aproximadamente 90% dos abortos no Texas são realizados após a 6ª semana de gestação, justamente quando o bebê já apresenta batimentos cardíacos, segundo dados da União Americana de Liberdades Civis (ACLU), a Planned Parenthood e o Centro de Direitos Reprodutivos.

Com informações de Esmeril News, National Catholic Register e The New York Times


O respeito à vida é fundamento de qualquer outro direito, inclusive o da liberdade

— São João Paulo II

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img