18.5 C
São Paulo
domingo, 5 dezembro, 2021

Joe Biden afirma que EUA defenderão Taiwan se houver invasão pela China

Revista Mensal
Roberto Lacerda
Roberto Lacerda Barricelli é jornalista, assessor e historiador. Foi correspondente do Epoch Times e colaborador em diversos jornais, como Jornal da Cidade Online, O Fluminense, São Carlos Dia e Noite, Diário da Manhã, Folha de Angatuba e Jornal da Costa Norte.

Presidente americano foi enfático ao afirmar a defesa militar do país asiático contra inimigos externos

Na quinta-feira (21) o presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden (78), afirmou que o país defenderá Taiwan caso haja uma invasão pela China. A tensão entre os EUA e a ditadura do Partido Comunista ad China (PCCh) se elevou nas últimas semanas devido ao impasse em Taiwan.

Em evento organizado pela CNN americana, Biden foi perguntado se defenderia militarmente o país asiático contra um ataque chinês e não titubeou: “Sim, temos um compromisso”.

Segundo o Caraota Digital, os EUA designaram um pequeno contingente militar para treinar as forças armadas de Taiwan, após a China realizar uma série de ataques aéreos próximos ao país. Em 1979, o governo americano reconheceu o governo chinês de Pequim, sob a expectativa de autonomia e paz para Taiwan.

Com informações de Caraota Digital


A disciplina é a alma de um exército; torna grandes os pequenos contingentes, proporciona êxito aos fracos, e estima todos

— George Washington

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

PATRIMÔNIO E MEMÓRIA丨O lusotropicalismo em Gilberto Freyre

Roberto Lacerda recorda o clássico "O luso e o trópico" para honrar a memória de Gilberto Freyre, cuja reflexão...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img