Deputado Douglas Garcia conseguiu a transferência da pequena, mas o dano já fora causado

Foi noticiado pelo Jornal Costa Norte, o falecimento da pequena Maitê (7 meses), neste sábado (22), após uma série de negligências do Hospital Irmã Dulce em Praia Grande (SP). A bebê comoveu a Baixada Santista após ter divulgada sua batalha pela vida e as negligências médicas sofridas no Hospital Irmã Dulce.

A advogada e assessora parlamentar, Steh Papaiano, lamentou a morte da pequena no seu Twitter.

A criança estava internada em estado grave no Hospital Guilherme Álvaro, em Santos (SP), após o deputado estadual Douglas Garcia (PTB) ter recebido diversas reclamações sobre o Hospital Irmã Dulce, para onde ele destinou verba parlamentar de 100 mil reais. Durante sua fiscalização, ele foi informado sobre o caso de Maitê, uma bebê de sete meses que estava internada sem tratamento adequado, nem diagnóstico. O descaso foi denunciado ao vivo por uma advogada identificada como Dra. Do Carmo e foi transmitido ao vivo pela TV Praia Grandeque acompanhava a fiscalização da emenda pelo deputado. Ainda segundo o repórter, um menininho de nome Lorenzo faleceu recentemente no mesmo hospital.

Conforme noticiamos aqui, o deputado e sua equipe, conseguiram a transferência da pequena, que em primeiro momento foi negada pelo Hospital Irmã Dulce por não ser permitido o uso de ‘ambulância particular’. O hospital também causava pânico na mãe da bebê, afirmando que se ela fosse transferida, morreria antes de chegar ao destino.

Fontes de dentro do hospital nos forneceram fotos dos machucados no corpo da criança, que precisava de um especialista em nefrologia, mas que não era fornecido pelo hospital, sob a alegação de não possuir o mesmo em seus quadros, nem ter a capacidade de trazê-lo. Porém, a Dra. Do Carmo afirmou que o hospital se recusava a fornecer um laudo constando a impossibilidade de chamar o profissional de fora e recomendando a transferência da bebê.

Eles ficam infernizando a mãezinha lá na UTI dizendo que vão transferir a criança que está num estado gravíssimo, só que domingo disseram que se transferisse e a criança morresse a culpa seria dela.

– Dra. Do Carmo, advogada.

A bebê havia dado entrada no Hospital Irmã Dulce no dia 28 de abril com um pouco mais de 7kg e se movimentando, antes da sua transferência ela estava pesando 13kg, mas sem movimentos por conta da retenção de líquido e de outras complicações.

O Hospital Irmã Dulce não se manifestou sobre a morte da pequena Maitê até o momento.

Com informações do Jornal da Costa Norte, Twitter de Steh Papaiano e Twitter do Deputado Douglas Garcia


Todo o delito, já traz no ventre o seu próprio anjo vingador.

– Friedrich Schiller

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar