31.2 C
São Paulo
sábado, 18 setembro, 2021

Donald Trump quebra silêncio e inaugura promessa de campanha

Revista Mensal
Claudio Dirani
Mais de 20 anos de experiência em diversas áreas da comunicação, incluindo marketing, rádio jornalismo e jornalismo esportivo, político e de variedades. Também é compositor e autor de cinco publicações, incluindo "MASTERS: Paul McCartney em discos e canções."

Muro na fronteira com o México já foi sonho de democratas. Saiba quem começou a construção

Donald Trump quebrou o silêncio. Dias depois de ser calado pelas redes sociais que alegaram “incitação da violência” no incidente do Capitólio, o presidente dos Estados Unidos decidiu ir ao Texas para marcar a inauguração de uma de suas promessas de campanha: a grande barreira na fronteira dos Estados Unidos com o México.

Antes de comentar sobre os benefícios do muro para os americanos em seu discurso no emblemático Álamo, Trump garantiu que, naquele momento “corria zero risco” de sofrer novo processo de impeachment por conta da 25ª emenda. O republicano ainda alertou nas entrelinhas: “Cuidado com o que você deseja”, certamente, se referindo a iminente chegada de Joe Biden na Casa Branca.

Economia de bilhões para a América

Em seu pronunciamento, Donald Trump ainda destacou apromessas cumpridas em seus quatro anos de governo, com destaque para o polêmico muro fronteiriço.  O presidente fez questão de ressaltar que sua construção economizou aos contribuintes “centenas de bilhões de dólares por ano” ao impedir “a entrada de narcóticos e imigrantes ilegais por meio da ação dos coiotes, que deslocam trabalhadores americanos, abusam do sistema de previdência e sobrecarregam os orçamentos de escolas e hospitais”.

Vítima do linchamento midiático desde que prometeu finalizar o muro no Texas, Donald Trump não terminará o mandato como idealizador da barreira na fronteira mexicana.

Operation Gatekeeper

Vale destacar que um dos mais ferrenhos defensores da punição aos ilegais no país dos últimos tempos foi um democrata, mais precisamente, Bill Jefferson Clinton. Foi o democrata o responsável pela assinatura da Operation Gatekeeper, anunciada pelo então mandatário em 17 de setembro de 1994. A Gatekeeper, quando inaugurada, foi destinada, segundo o memorando da própria operação, “para restaurar a integridade e a segurança da fronteira mais atribulada da Nação”.

Como parte da Gatekeeper, Bill Clinton sancionou a construção de 22 quilômetros de extensão de um muro no trecho entre San Diego, na Califórnia e Tijuana, no México.

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

ENSAIO丨O Muro Invi$ível

Guiado por um ultraliberal, o Brasil dá seus primeiros passos para se livrar de foices, martelos e escombros da...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img