Alguns tinham mais de uma ação criminal, entre ativas e arquivadas

Segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo, publicada neste domingo (09), 18 dos 27 mortos pela polícia durante operação na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, tinham ações criminais contra si no Tribunal de Justiça (TJ). São dois terços do total de mortos.

Alguns tinham mais de uma ação criminal, contudo, as ações que mais aparecerem se referem a tráfico de drogas (22) e roubo (14). Os outros nove mortos não possuíam ações criminais no TJRJ, segundo O Estado de São Paulo.

Também segundo o jornal, a Polícia informou que todos possuíam anotações criminais, ou seja, havia desde denúncias até investigações contra os indivíduos, porém, algumas ainda não foram enviadas ao TJ, onde poderiam se transformar em ações criminais.

Como a polícia não abriu os inquéritos, nem divulgou as anotações para consulta, ainda não é possível verificar as acusações contra todos os 27 mortos durante a operação.

Com informações do jornal O Estado de São Paulo


Em matérias e opiniões políticas os crimes de um tempo são algumas vezes virtudes em outro.

– Marquês de Maricá

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar