13.4 C
São Paulo
quinta-feira, 21 outubro, 2021

"Democracia em Vertigem": confira o que o documentário não mostrou

Revista Mensal
Claudio Dirani
Mais de 20 anos de experiência em diversas áreas da comunicação, incluindo marketing, rádio jornalismo e jornalismo esportivo, político e de variedades. Também é compositor e autor de cinco publicações, incluindo "MASTERS: Paul McCartney em discos e canções."

Produção de herdeira da Andrade Gutierrez omite fatos e deturpa causas do impeachment de Dilma Rousseff

Responda rápido se for capaz: qual a ligação entre o documentário Democracia em Vertigem e o esquema bilionário mundialmente conhecido como Petrolão?

Antes de mais nada, é preciso retroagir. No último dia 9 de janeiro, o Ministério Público da Suíça anunciou a cobrança de multa equivalente a R$ 9 milhões à Andrade Gutierrez, além de pedir indenização superior a R$ 74 milhões da empreiteira. Em sua decisão, o órgão justificou o pagamento sistêmico de propinas aos então executivos da Petrobras, Paulo Roberto Costa e José Barusco Filho, usando contas baseadas na Suíça entre 2007 e 2018. Como você vê, o Petrolão atuava como um vírus, sem respeitar fronteiras internacionais.

Representação alegórica da “Mãe do Petrolão”

Se depois desses números todos você ainda não sabe a resposta, muita calma: ela é bem simples. A diretora da produção indicada pela Academia de Ciências e Artes Cinematográficas de Hollywood ao prêmio de Melhor Documentário é filha de Marília Andrade, herdeira da Andrade Gutierrez – algo que até aparece no documentário explicitamente “sensibilizado” pelo impeachment de Dilma Rousseff.

O que não é detalhado no filme (talvez, “por falta de espaço”, quem sabe…) é que a vertigem sofrida pela democracia nacional cinco anos atrás nada mais foi que um reflexo do relacionamento nada republicano da construtora com o Partido dos Trabalhadores, não por acabso a legenda que governava Brasil havia 14 anos.

Delação premiada da Andrade Gutierrez

Ser parente dos donos da segunda maior empreiteira brasileira não incrimina ninguém. Porém, ao omitir fatos cruciais, a diretora Petra Costa aparece como propagadora de fake news – ou inverdades, como queira. Afinal, seu panfleto militante convertido em projeto cinematográfico até chega a comentar sob a corrupção no âmbito político, mas sem apontar seus principais protagonistas.

Teria sido um erro crasso de roteiro?

Vamos aos fatos. Em 2016, o ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, apresentou uma planilha à Procuradoria-Geral da República, descrevendo esquema de pagamento de propinas aos partidos políticos ligados ao desvio de recursos públicos da Petrobras.

Na delação, o ex-presidente da empreiteira ainda trouxe à luz relatórios que descrevem o desembolso de R$ 20 milhões para a campanha de Dilma. Metade desse montante foi vinculada à participação da empreiteira em contratos de obras públicas no governo petista.

E o Oscar vai para…

Enquanto Petra Costa deturpa fatos sobre seu próprio país a canais como CNN e PBS (todos nossos problemas surgiram a partir de 2015, claro…), a Andrade Gutierrez Engenharia fechava acordos de colaboração com órgãos federais. O recente acerto da empresa com a Controladoria Geral da União e Advocacia Geral da União é uma adição importante ao número de acordos de leniência já fechados com Odebrecht e UTC, contabilizando a arrecadação de R$ 4,5 bilhões em multas.

Caso Petra Costa suba ao palco do Teatro Dolby, em Los Angeles para receber seu sonhado Oscar no próximo domingo, a Academia irá interferir de forma bizarra na premiação. Seria a primeira vez que um documentário de ficção tomaria para si uma estatueta que deveria ir para uma produção baseada realmente em fatos.

Como destacou até mesmo o apresentador Pedro Bial em entrevista à Rádio Gaúcha:

“Petra é uma “ótima cineasta”, mas acabou transformando o documentário em uma “ficção alucinada”. “Você cria uma relação de causa-consequência entre coisas que não tem a menor relação causal”.

fim
Revista Esmeril – 2020 – todos os direitos reservados

Gostou da matéria? Assine nossa Revista mensal aqui.

- Advertisement -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Cara Bruna, gostei muito do seu trabalho, conheci assistindo o Kim Paim. Não tenho mídias socias, aliás, sou um tanto misântropo (se observar o que virou o mundo, acabará por concordar comigo), mas com sorte acabamos encontrando material que presta, e o seu é um deles!
    O que vou observar nessa sua matéria é que se observar a tal petra b… costa é que ela não tem muit habilidade com a mentira, ela é absolutamente cristalina em seu mentir sistêmico!
    Sugiro que estude fisiognomia, uma ciência, que diferente do que os detratores preconizam, não tem nada a ver com o trabalho de Cezare Lombroso, ao contrário, essa ciência tem mais de mil e tantos anos, e o Lombroso se limitou a algo supinamente estereotipado, embora coerente sob alguns aspectos!
    Com esse entendimento perceberá que a tal petra é um engono bastante tosco, rudimentar, algo debil mental!
    Os afásicos são conhecidos pela habilidade de fazerem leitura facial superior, e por razões supinamente óbvias, vale perguntar a um afásico o que ele achou dessa entrevista!
    mas meu interesse não é nessa tosquesa existencial, é na razão dela ter eco!
    Só retardados mentais conseguem se deixar levar por essa estupidez que ela alega.
    E isso para mim diz que chegamos ao fim do poço da distopia intelectual! A zica sistêmica!
    Mas só que a retórica é pertinente, e a razão é simples.
    Foi um golpe, a ex-estudanta e naquele tempo presidanta não ofereceu subsídios NAQUELE ano para o impeachment ( ano fiscal não havia acabado, deslegitimando , sendo que se fosse baseado em ano anterior a coisa seria absolutamente legítima), ela já o havia feito em anos antes.
    Tanto é que quem entrou no lugar da anta foi a abjetíssimo temer, um lixo de marca maior, o xerife de santos, um gerado em lupanar!
    A razão foi simples, a deslegitimização e álibi para atacar o próximo presidente que seria o Bolsonaro (ou outro similar, se é que existia) de qualquer forma (voto eletrônico não existe, só ganha quem eles querem SEMPRE), pois a panela de pressão brasil ia explodir!
    Daí, hoje temos uma corja comuna municiada entre os néscios, pois entendem que houve golpe contra aquela debil mental!
    Percebe o ardil dos lixos?
    Esses lixos graças a isso continuam mandando e desmandando no Brasil!
    Observe que a gora os excrementíssimos estabeleceram que buraco de fezes, o esgoto do corpo é órgão sexual e os usuários dessa imundície são “raça”! Ora! se buraco de fezes é órgão sexual, gente e fezes são o mesmo, pois sexo É reprodução, independente de opiniões idiossincráticas!
    Entendeu agora porque são excrementíssimos, só excrementos nascem desse “órgão sexual” e são uma “raça” a parte!
    Posto isso vemos que os celerados nunca aliviaram o pé no acelerador da degeneração! Tanto é que um fecalopata (doença que induz os infelizes terem affair com buraco de fezes) agora é entendido como “mulher trans”, ou seja, um “omem” que sequer tem qualidade fisiológica capado ou não é entendido mulher! Toda essa agenda fecalopata aquilata não só gente a fezes, mas pior, aquilata uma vagina, a porta da vida, a um esgoto, umvertedouro de fezes, algo que imundifica a vagina de forma subliminar e aquilata mulher a um ser inferior pois só tem um órgão sexual!
    Percebe que a coisa é supinamente mais medonha do que a mais insana fantasia distópica de um louco!
    Estamos não apenas em uma kakistocracia, estamos diante da sabotagem da fêmea e consequentemente da espécie humana! Isso é crime de lesa humanidade, lesa pátria!
    Crime de ódio total às mulheres, que inclusive agora podem ser estupradas em seus banheiros, a algumas já foram até em presídios por fecalopatas travecas e com o beneplácito de um certo barroso (esse nome é supinamente ilustrativo, diz exatamente que o que vai na louça é a matriz desse ser) do stf (supremo só na abjetice).
    Isso que narrei é uma agenda não percebida pela imensa maioria e busco postando aqui em seu site que ela seja percebida sobretudo por mulheres, pois é agenda de estupro final.
    Observe que fecalopatas em minoria conseguem violar direitos femininos de todas as formas, imagine essas abominações em maioria? As mulheres serão obrigadas por lei a ceder seus úteros e óvulos para parir lixos da mais abjeta espécie!
    Observo mais, essa agenda é também de estupro infantil (pedofilia é tergiversação em busca da relativização do mais periculoso crime que existe, o estupro e pior, de crianças) pois segundo os fecalopatas o ânus é órgão sexual, e ânus é maduro desde o mecônio, logo para fecalopatas crianças são sexualmente maduras desde quase o nascimento!!
    Percebe o pesadelo?
    Não tenho acesso a mídias sociais e minha retórica tampouco seria permitida nessas cloacas de comunicação, assim alerto-a para algo muito mais perigoso que não é observado no entendimento ordinário, e caso te interesse pediria que multiplicasse essas informações em seu meio, sobretudo , suas amigas.
    O tempo urge, e o Bolsonaro em algum momento irá ser derrubado pelos psicopatas de plantão, e nós não temos armas para defendê-lo>
    Quando o estado subtrai do ser seu direito a defesa, tem um único objetivo, o sequestro, para o que, tenho uma pálida e empalicedora ideia, e sei que não é nem a ponta do pesadelo.
    Se deixarmos como está, só sobra sossobrar!!
    Agradeço pelo espaço oferecido, muito obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

ENSAIO丨O Muro Invi$ível

Guiado por um ultraliberal, o Brasil dá seus primeiros passos para se livrar de foices, martelos e escombros da...
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img