Em 13 de novembro de 2020, o perfil oficial do Papa Francisco no Instagram “curtiu” uma foto sensual da modelo brasileira Natália Garibotto. A “curtida” se tornou assunto mundial e recebeu a cobertura de inúmeros veículos de imprensa. 

Cinco dias após a ocorrência, o Vaticano anunciou a instauração de investigação e questionou a empresa administradora da Rede Social. Há suspeitas de invasão hacker na conta do Papa Francisco, contudo, em 27 de novembro de 2020, a modelo teria afirmado ao blog Catraca Livre – declaradamente contra a religião cristã e a Igreja Católica – que houve várias “curtidas” do perfil do Papa em suas fotos. 

O Vaticano também informou que a “curtida” não foi realizada pela Santa Sé. O porta-voz do Vaticano, em comunicado à Catholic News Agency (CNA), afirmou que essa possibilidade foi totalmente descartada.

Também segundo a CNA, os perfis do Papa Francisco são administrados por muitos funcionários da Santa Sé. Porém, o mais provável seria uma falha de segurança, pois reafirmam que a “curtida” não partiu de dentro da Santa Sé. 

Na foto, a modelo está caracterizada como uma “universitária sexy”, usando uniforme curto e fio dental. Natalia, que tem 27 anos, se diz católica e afirma que freqüenta a missa, em Miami, com sua mãe.

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar