14.7 C
São Paulo
terça-feira, 19 outubro, 2021

Crianças usadas em ritual são resgatadas pela Polícia Militar no Pará

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Há informações de que duas crianças seriam sacrificadas para acabar com a Covid-19

O caso ocorreu na comunidade de Vila do Treme, na zona rural do município de Bragança, Pará. As três crianças estavam sendo usadas por uma família em um ritual e foram resgatadas pela Polícia Militar e o Conselho Tutelar.

Os vídeos divulgados pelo Portal G1 mostram cenas do ritual, em que um grupo de pessoas aparecem em volta das crianças, que choram e gritam. No vídeo podemos ver que, ao redor, outras pessoas tentam impedir a ação e são afastadas pelo grupo, que realizam o ritual.

A Polícia Militar foi acionada pela comunidade e se dirigiu até o local. De acordo com a polícia as três crianças que pertencem a mesma família foram resgatadas e encaminhadas ao Conselho Tutelar. As crianças resgatadas são irmãs e tem 1, 8 e 11 anos.

Segundo a denúncia, o ritual consistia em rezar em volta das crianças, posicionadas em pé na frente da cruz, ocorria em jejum, com duração de horas e ao longo de três dias no quintal da casa. As crianças ficavam dentro de um desenho que representava uma arca.

Fomos acionados devido às denúncias de maus-tratos das crianças. Elas estavam sofrendo e sendo agredidas. Chegamos lá e os familiares rezavam porque queriam acabar com a pandemia através do ritual.

– Maria Rosa, Conselheira Tutelar

De acordo com o Conselho Tutelar, as crianças estão em um abrigo municipal e aguardam decisão da Justiça para saber se retornarão para casa. Parentes chegaram a ser ouvidos na delegacia, mas foram liberados em seguida.

Uma mensagem circula nas redes sociais afirmando que se tratava de um ritual para acabar com a Covid-19 e que duas das três crianças seriam sacrificadas. Porém, a Polícia Civil até o momento não confirmou essa informação.

O inquérito do caso correrá em sigilo e é comandado pela delegada Luciana Nunes.

O Portal UOL tentou contato com a delegada através da assessoria de comunicação, mas a Polícia Civil se posicionou por meio de uma nota, ratificando que investiga o ritual e que “novas diligências serão realizadas a partir dos depoimentos para apuração dos fatos e identificação de todos os envolvidos”.

Com informações do UOL e Portal G1


Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser

– Louis Pasteur

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img