19.4 C
São Paulo
quinta-feira, 28 outubro, 2021

Cidadãos limpam estátua de Borba Gato sob proteção policial

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Apoiadores do suspeito de liderar ataque ao Monumento comparam crime ao ato de limpeza. Sujeito não identificado tenta intimidar cidadãos no local

Neste sábado (31), cidadãos e membros da Juventude Trabalhista Cristã Conservadora (JTCC), movimento ligado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), efetuaram a limpeza do Monumento ao Bandeirante Manuel da Borba Gato, incendiado durante ataque do grupo Revolução Periférica, grupo que assumiu a autoria do incêndio, como noticiado pelo Esmeril News.

Durante a ação, alguém efetuou filmagens que foram publicadas no perfil do líder do Revolução Periférica e principal suspeito de liderar o ataque incendiário ao Monumento Histórico, Paulo Galo.

Através do perfil no Twitter, os apoiadores de Paulo Galo compararam a limpeza ao ataque do grupo; como se limpar e incendiar um Monumento fossem ações equivalentes. Também reclamaram da presença da Polícia Militar para proteção aos cidadãos.

Para os apoiadores responsáveis pela administração do perfil de Paulo Galo, realizar uma limpeza no Monumento sem ‘acompanhamento técnico’ é equiparável ao crime de dano ao patrimônio público, cometido no ataque incendiário.

Se frise, esses apoiadores de Paulo Galo, que pedem sua liberdade, pois segue preso pelo ataque de seu grupo ao Borba Gato, pediram para seus seguidores denunciarem os cidadãos e deixaram claro terem a consciência de que o Monumento é patrimônio público e não pode sofrer danos, defendendo ainda a importância de ‘acompanhamento técnico’ em caso de reforma.

Link – https://twitter.com/galodeluta/status/1421491112884195329?s=19

Um cidadão presente e participante da ação, que preferiu não se identificar por questões de segurança, nos informou que havia um sujeito gritando contra os demais cidadãos e os acusando de racistas. Acusação e gritos partiram de dentro do posto de gasolina próximo, segundo nossa fonte.

Trabalha nas imediações alguém diretamente ligado ao vândalo [Paulo Galo] – talvez tenha participado.

Filmou e publicou no perfil do vândalo e aparentemente conhece alguém que trabalha no posto em frente

Acusou o pessoal de serem “racistas” por estarem ali fazendo a limpeza

Ficou lá aos berros de dentro do posto – não tinhamos percebido, naquele momento focados ali na limpeza.

Não houve autuações, condições ou prisões pela Polícia Militar. Abaixo, galeria da ação.

Fotos: Jian Linhares

Inconsistências, Liderança e … Prisão

Segundo o G1, Paulo Galo assumiu participação no incêndio do Monumento ao Bandeirante Manuel da Borba Gato. Ele foi preso na quinta-feira (28) e teve sua prisão temporária prorrogada pela juíza Gabriela Marques Bertoli, a pedido do delegado da 11ª DP de Santo Amaro, que investiga o caso, por inconsistências em seu depoimento e possuir posição de liderança no grupo que assumiu a autoria do crime.

Com informações da JTCC, G1 e Esmeril News


O humano só pode ser compreendido pelo humano – até onde pode ser compreendido; e compreensão importa em maior ou menor sacrifício da objetividade. Pois tratando-se de passado humano, há que deixar-se espaço para a dúvida e até para o mistério.

Gilberto Freyre

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

Esmeril Editora e Cultura. Todos os direitos reservados. 2021
- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img