País comunista atualmente autoriza até dois filhos, com denúncias de abortos forçados em caso de desrespeito da norma

A política família deve ser “afrouxada” pelo Partido Comunista Chinês, autorizando os casais a terem até três filhos, conforme reportagem da IstoÉ. A nova política da China visa incentivar a natalidade no país, posto que o último Censo apontou forte desaceleração no crescimento populacional, segundo o MSN.

Ainda assim, outras questões como as denúncias de abortos forçados pelo governo comunista chinês não foram abordados. O Epoch Times denunciou ao menos dois casos entre 2012 e 2013, porém, o Senso Incomum também denunciou o genocídio do uigures – minoria étnica e religiosa – como política de Estado, através de abortos forçados e até infanticídios. O Partido Comunista Chinês nega as acusações.

Com informações da IstoÉ, MSN, Epoch Times e Senso Incomum


Egoísmo não é viver à nossa maneira, mas desejar que os outros vivam como nós queremos.

– Oscar Wilde

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

fim
Revista Esmeril - 2021 - Todos os Direitos Reservados

Leave a Comment

This div height required for enabling the sticky sidebar