22 C
São Paulo
quinta-feira, 26 maio, 2022

China ataca presença de militares dos EUA em Taiwan

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

Tropas americanas ajudarão na formação do exército

Nesta quinta-feira (28), o Porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Wang Wenbin (50), declarou que a China é contrária à presença de militares dos Estados Unidos da América (EUA) em Taiwan e se opõe a qualquer interferência americana nos assuntos internos chineses, segundo a AFP.

O governo do Partido Comunista da China (PCCh) defende a reunificação de Taiwan à China, como uma província, inclusive usando de força militar, se houver resistência. Em 1949, o Partido Nacionalista Chinês foi removido do poder pelos comunistas, dando início à ditadura de de Mao Tsé-Tung (1893 – 1976). Os nacionalistas fugiram para Taiwan, na qual foram o único partido permitido até 1986, contudo, perderem a maioria no legislativo e a presidência para o Partido Democrático Progressista.

A presidente da Ilha, Tsai Ing-wen (65), confirmou a presença de um pequeno contingente de tropas americanas, destacadas para formação e treinamento do exército de Taiwan. Wen também afirmou acreditar que Washington ajudará o país contra a interferência Chinesa.

Ainda conforme a AFP, o governo dos EUA não aceitará qualquer mudança forçada de regime na Ilha.

Com informações de Taiwan


Comunismo não é amor, comunismo é um martelo com o qual se golpeia o inimigo

— Mao Tse-Tung

Gosta do nosso conteúdo? Assine a Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img