23.6 C
São Paulo
domingo, 19 setembro, 2021

Ceará sem ideologia de gênero

Revista Mensal
Samara Barricellihttp://www.revistaesmeril.com.br
Samara Oliveira Barricelli é jornalista, Católica Apostólica Romana, mãe e esposa.

ALECE rejeita projeto que impunha ‘gênero’ e ‘sexualidade’ no currículo escolar

Nesta quinta-feira (01) foi retirado do projeto do Governo do Ceará Educa Mais (72/2021) trechos de abordagem a sexualidade e gênero nas escolas públicas estaduais.

A votação foi feita na Assembleia Legislativa do Ceará (ALECE), após a pressão feita pelos deputados da bancada evangélica, segundo O Povo.

A proposta do inciso XII, intitulado Educação Inclusiva, no 2º artigo do projeto, teve emenda proposta pelo deputado Renato Roseno (PSOL), e foram apoiadas por 89 associações sociais. O deputado foi contrário ao acordo.

Porque por princípio, luto por equidade de gênero. (…) Fui solitário no voto contrário, mas registrei voto contrário ao texto do acordo.

Renato Roseno, deputado estadual.

Os deputados André Fernandes (Republicanos), Dra. Silvana (PL) e Apóstolo Luiz Henrique (PP), pressionaram fortemente para que fosse retirado dos trechos os temas que compõe a chamada ideologia de gênero.

Conheça como era a proposta do projeto Educa Mais

O texto inicial do Governo do Ceará falava sobre “educação inclusiva” e incluía a Ideologia de gênero.

Educação Inclusiva […] orientada pelo princípio da equidade, respeito às diferenças e garantia de direitos, apoiando ainda as escolas na abordagem dos temas integradores relacionados à educação em direitos humanos, gênero e sexualidade e também as relações étnico-raciais.

A emenda proposta pelo deputado Renato Roseno incluiria a educação contextualizada para a convivência para a orientação de práticas educacionais e pedagógicas “emancipatórias” e apoiadas na “realidade local” e

[…] fomentar o desenvolvimento sustentável do semiárido, a promoção da equidade e igualdade etnicoracial e de gênero e a formação de uma cultura de paz, sobretudo mediante o fomento à consolidação e criação de escolas do campo, indígenas e quilombolas, bem como a celebração de parcerias com Escolas Família Agrícola.

– Emenda Dep. Renato Roseno (PSOL)

O texto foi alterado, sendo retiradas as palavras gênero e sexualidade, e acrescentado um novo artigo, o 4º, para proteção dos alunos.

A escola não terá interferência sobre a sexualidade de seus alunos.

– Artigo 4º

Haverá ações para suprimir injustiças, omissões, sofrimentos, preconceitos, violências e bullying para com mulheres, lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais, assexuais, obesos, negros, indígenas, religiosos, quilombolas e ciganos.

Políticos contra a Ideologia de Gênero se manifestaram nas redes

O deputado estadual e conservador André Fernandes (Republicanos) brigou ativamente contra a inclusão da ideologia de gênero nas escolas do Ceará.

André chegou na Assembleia na madrugada, por volta de 2H da manhã desta quinta-feira, para poder incluir seu nome na lista de votação.

A Vereadora por Fortaleza, Priscila Costa (PSC), também se manifestou contrária ao artigo 2º do projeto.

Priscila Costa comemorou a decisão obtida pelos deputados cristãos na ALECE e, através de seu perfil no Instagram, manifestou sua aprovação a ação contra a ideologia de gênero.

Com informações de O Povo


A educação é simplesmente a alma de uma sociedade a passar de uma geração para a outra.

– G. K. Chesterton

Gosta de nosso conteúdo? Assine Esmeril, tenha acesso a uma revista de alta cultura e ajude a manter o Esmeril News no ar!

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do Autor

Crie rotina e atividades para seus filhos na pandemia

Não deixe as crianças sem rotina e boas atividades.
- Advertisement -spot_img

Artigos Relacionados

- Advertisement -spot_img